Notícias

MCTIC lança prêmio para métodos alternativos ao uso de animais em atividades de pesquisa

Estudantes de pós-graduação e profissionais com atuação em métodos alternativos à experimentação animal em atividades de pesquisa e ensino podem se inscrever no “Prêmio MCTIC de Métodos Alternativos”. Iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a premiação tem por objetivo revelar talentos e impulsionar a pesquisa científica, o desenvolvimento tecnológico e a inovação na área de experimentação animal.

Dividido em duas categorias – Produção Acadêmica e Desenvolvimento Tecnológico & Inovação, o prêmio vai conceder R$ 15 mil ao primeiro lugar de cada categoria. Todas as propostas devem estar alinhadas ao princípio dos 3Rs (Redução, Refinamento ou Substituição, na sigla em inglês) para o desenvolvimento tecnológico e a inovação.

 As inscrições para o “Prêmio MCTIC de Métodos Alternativos” podem ser feitas até o dia 20 de outubro pela página da Renama, onde também estão disponíveis o regulamento e outras informações. Esta iniciativa do MCTIC tem o apoio institucional do CNPq, cooperação da Unesco no Brasil, e patrocínio do Grupo Boticário.
⇒”Peixes mantidos em instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica para fins de estudo biológico ou biomédico I – Lambari (Astyanax), Tilápia (Tilapia, Sarotherodon e Oreochromis) e Zebrafish (Danio rerio)”

Foi publicada, no Diário Oficial da União (31/07/2017), seção I, a Resolução Normativa nº 34, de 27 de julho de 2017, que institui o Capítulo “Peixes mantidos em instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica para fins de estudo biológico ou biomédico I – Lambari (Astyanax), Tilápia (Tilapia, Sarotherodon e Oreochromis) e Zebrafish (Danio rerio)” do Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica.

O capítulo encontra-se disponível aqui
Capítulo I_Peixes mantidos em instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica para fins de estudo biológico ou biomédico

⇒ Curso de Capacitação em Cuidados, Manejo e Experimentação de Murinos e Zebrafish

21 e 22 de setembro de 2017, das 8h30 às 18h (teórico)                                                                          23 de setembro de 2017, das 8h30 às 11h (prático)                                                                                  Local: Faculdade de Biociências da PUCRS – Prédio 12C                                                                                Informações e inscrições: http://www.fijo.org.br/cursos/inscricoes-abertas

⇒ Divulgação dos Anais do IV Congresso Brasileiro de Bioética e Bem-estar Animal realizado de 18 a 20 de abril de 2017 em Porto Alegre/RS.

http://portal.cfmv.gov.br/uploads/files/Anais%20do%20IV%20Congresso%20BEA%20-%20Final.pdf

“Procedimentos – Roedores e Lagomorfos mantidos em instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica”

O Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal – CONCEA informa que foi publicada, no Diário Oficial da União, seção I, a Resolução Normativa nº 33, de 18 de novembro de 2016, que baixa o Capítulo “Procedimentos – roedores e lagomorfos mantidos em instalações de instituições de ensino ou pesquisa científica” do Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica.

Diretrizes de Integridade e de Boas Práticas para Produção, Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica.
O Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal – CONCEA informa que foi publicada, no Diário Oficial da União, seção I, a Resolução Normativa nº 32, de 06 de setembro de 2016, que baixa as Diretrizes de Integridade e de Boas Práticas para Produção Manutenção ou Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica