Biorremediação

A Biorremediação é o processo pelo qual organismos vivos tais como, microrganismos, fungos, plantas, algas verdes ou suas enzimas são utilizados para reduzir ou remover – remediar – contaminações no ambiente. Utilizando processos biodegradáveis para tratamento de resíduos este processo é capaz de regenerar o equilíbrio do ecossistema original. Especificamente, a biorremediação atua através da introdução de processos biológicos adicionais para a decomposição dos resíduos que favorecem e incrementam a velocidade do processo natural de degradação.

Nessa linha de pesquisa o GIPPE  desenvolve trabalhos de graduação, mestrado e doutorado na remediação de recursos hídricos utilizando alface d’água e alface hidropônica e em solo utilizando melissa, hortelã, alecrim.

Abaixo você encontra alguns dos trabalhos  desenvolvidos pelo grupo. Para mais informações entre em contato com o pessoal da equipe do GIPPE.

 
ROEHRS, R. ; Roehrs, M ; MACHADO, S. O. L. ; ZANELLA, Renato . Biodegradation of herbicide propanil and its subproduct 3,4-dichloroaniline in water. Clean (Weinheim. Internet), v. 40, p. 958-964, 2012.
 
ROSA, A. S.. Fitorremediação de pesticidas utilizados em lavouras de arroz através do cultivo hidroponico de alface (lactuca sativa L.). 2013. Dissertação (Mestrado em BIOQUÍMICA) – Universidade Federal do Pampa, . Orientador: Rafael Roehrs.
 
RAMBORGER, B. P.  Fitorremediação dos herbicidas propanil e 2,4-diclorofenoxiacético em solo cultivado por erva cidreira (Melissa officinalis). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) – Universidade Federal do Pampa. Orientador: Rafael Roehrs.