Projetos

Projeto:  “Influência de um protocolo de exercícios sobre o equilíbrio e força isocinética em atletas de basquetebol”.

Membros da equipe: Ariel Aline Jardim Alves Escobar (acadêmica do curso de fisioterapia), Renanda Goulart Fernandes (acadêmica do curso de fisioterapia), Lilian Pinto Teixeira (TAE, colaboradora), Simone Lara (docente, coordenadora).

Descrição do projeto: O basquetebol é considerado uma modalidade esportiva composta de uma sucessão de esforços intensos e breves, realizados em ritmos diferentes. Adicionalmente, é um jogo que exige coordenação motora e movimentos de grande intensidade, que permite o desenvolvimento de muitas capacidades físicas, e os membros inferiores recebem a maior sobrecarga, devido aos constantes deslocamentos e saltos, o que aumenta o risco de lesões nesse segmento. Assim, estratégias de prevenções de lesões no esporte são de suma importância para garantir um perfil de saúde ao atleta, e melhorar o rendimento esportivo do mesmo. Portanto o objetivo desse estudo é investigar a influência de um protocolo de exercícios baseados no treinamento funcional e no protocolo FIFA 11+ sobre o equilíbrio e força isocinética em atletas de basquetebol. Para tal serão avaliados um valor aproximado de 20 atletas de basquetebol, atuantes em um time no município de Uruguaiana/RS.

Situação: Em andamento

Interesse em participar: Entrar em contato com a coordenadora do projeto (e-mail: simonelara@unipampa.edu.br)

Projeto: “Intervenção fisioterapêutica sobre o equilíbrio e força muscular em atletas de handebol”.

Membros da equipe: Vinícius Jardim Oliano (acadêmico do curso de fisioterapia), Lilian Pinto Teixeira (TAE, colaboradora), Simone Lara (docente, coordenadora).

Descrição do projeto: O handebol é um esporte coletivo de alta intensidade caracterizado por acelerações repetitivas, tiros, saltos, mudanças de direção, chutes ao gol e alto grau de contato entre os atletas, fatores estes que submetem o atleta a possíveis lesões. Assim, estratégias de prevenção de lesões são de suma importância para prevenir lesões e melhorar o desempenho do atleta. O objetivo desse estudo é investigar a influência de um protocolo de exercícios baseados do protocolo FIFA11+ sobre o equilíbrio e força muscular isocinética em atletas de handebol. Serão avaliados aproximadamente 30 atletas de um time feminino de handebol do município de Uruguaiana/ RS, através da avaliação do equilíbrio postural e de força muscular isocinética de membros inferiores.

Situação: em andamento

Interesse em participar: entrar em contato com a coordenadora do projeto ( e-mail: simonelara@unipampa.edu.br)

Projeto: “Efeitos de uma intervenção fisioterapêutica sobre o equilíbrio postural e força muscular de jogadores de futsal”.

Membros da equipe: Abeli Tuane dos Santos Soares (acadêmica do curso de fisioterapia), Ricardo Ferreira Roballo (acadêmico do curso de fisioterapia), Bruna Belchor Barcelos (acadêmica do curso de fisioterapia), Cristian Rodrigues da Silva (acadêmico do curso de fisioterapia), Taynara Barcelos Lima (acadêmica do curso de fisioterapia), Paula Zimmermann (acadêmica do curso de fisioterapia), Lilian Pinto Teixeira (TAE, colaboradora), Simone Lara (docente, coordenadora).

Descrição do projeto: Atualmente, o futebol de salão (futsal), por ter características semelhantes às do futebol de campo, tem conquistado um grande número de participantes. Assim, com a organização de mais competições e a tendência de as equipes a treinarem mais para se adequar a isso, o atleta é exigido mais fisicamente, o que gera sobrecarga excessiva de treinamento podendo desencadear a curto, médio ou em longo prazo, traumas de diferentes graus no aparelho musculoesquelético, aumentando o risco para lesões. Com isso intervenções focadas não só na melhora da performance do atleta, mas também em prevenir lesões são essenciais. Portanto, os objetivos deste estudo são avaliar a força de membro inferior e o equilíbrio postural de jogadores de futsal, a fim de fornecer parâmetros objetivos para fomentar ações preventivas, bem como identificar a influência de um protocolo de exercícios preventivos sobre essas variáveis. Serão avaliados aproximadamente 20 atletas de futsal em relação a força muscular isocinética de joelho e equilíbrio postural.

Situação: em andamento

Interesse em participar: entrar em contato com a coordenadora do projeto ( e-mail: simonelara@unipampa.edu.br)

Projeto: “Perfil postural e de equilíbrio corporal em bailarinas”.

Membros da equipe: Janaína Teixeira Sentena (acadêmica do curso de fisioterapia), Patricia Morales Soares (acadêmica do curso de fisioterapia), Lilian Pinto Teixeira (TAE, colaboradora), Simone Lara (docente, coordenadora).

Descrição do projeto: O bale clássico é uma dança que reitera a leveza e a agilidade do bailarino, na busca do total domínio do corpo, bem como de seus músculos e de seus movimentos, de modo a poder utilizá-lo de forma expressiva, sem estar preso às limitações naturais. Porém, alterações posturais e de equilíbrio nesses praticantes podem predispor os mesmos à um maior risco de lesões, seja pelas sobrecargas impostas, seja pelo treino do gesto motor repetitivo. Logo, o objetivo desse estudo é identificar o perfil postural e o equilíbrio corporal em bailarinas clássicas. Assim, participarão do estudo bailarinas, do sexo feminino, de uma escola de balé clássico no município de Uruguaiana/RS, que tenham praticado a dança por no mínimo 06 meses. Será avaliado o perfil postural, por meio do Software de Avaliação Postural – SAPO, bem como será avaliado o equilíbrio postural dessas bailarinas, por meio da posturografia dinâmica – NEUROCOM. Acredita-se que esses dados servirão de grande valia para avaliar o risco de lesões dessas praticantes e proporcionar possíveis estratégias de prevenção de lesões.

Situação: em andamento

Interesse em participar: entrar em contato com a coordenadora do projeto ( e-mail: simonelara@unipampa.edu.br)

Projeto: “O Método Pilates em crianças nos anos iniciais com dificuldades de aprendizagem“.

Membros da equipe: acadêmicos dos cursos de fisioterapia e educação física (em processo de seleção), Lilian Pinto Teixeira (TAE, colaboradora), Simone Lara (docente, coordenadora).

Descrição do projeto: Os efeitos benéficos de exercícios físicos corporais já são amplamente conhecidos nos aspectos físico e psicológicos de indivíduos. Sabendo destas considerações, e aliado ao fato de que estudantes dos anos iniciais não têm professores de educação física, o estudo propõe a inserção de técnicas específicas de exercícios físicos, a exemplo do Método Pilates, direcionado aos estudantes dos anos iniciais com dificuldades de aprendizagem. Sendo assim, objetiva-se Investigar a influência da prática do método Pilates sobre o equilíbrio postural, através da posturografia dinâmica – NEUROCOM, em crianças com dificuldades de aprendizagem escolar. Serão avaliadas aproximadamente 50 crianças selecionadas por meio desses critérios.

Situação: em andamento

Interesse em participar: entrar em contato com a coordenadora do projeto ( e-mail: simonelara@unipampa.edu.br)

Título: Efeitos do Laser, do Led e de Exercícios Terapêuticos em Pacientes com Osteoartrite de Joelho.

Membros da equipe: acadêmicos dos cursos de fisioterapia (Bernardo Echeverria dos Santos, Felipe Alves Jachstet e Felipe Alves Müller – formados ), Adriel da Silva Brandão, Vanessa Bertotti da Silva e Luísa Carvalho Olin, Lilian Pinto Teixeira (TAE, colaboradora), Prof.ª Morgana Duarte​ da Silva (colaboradora) e Prof.ª Eloá Ferreira Yamada (coordenadora).

Descrição do projeto: A osteoartrose (OA) é uma doença articular crônica e degenerativa, que leva à incapacidade funcional e reduz a qualidade de vida. Além dos exercícios, a Fisioterapia pode utilizar outros recursos terapêuticos no tratamento desta doença, sendo um deles o uso da fototerapia. Objetivo: Comparar a eficácia do Laser em relação ao Laser associado ao LED, na melhora da dor, funcionalidade, equilíbrio e qualidade de vida de pacientes com OA de joelho. Materiais e Métodos: Estudo clínico comparativo, experimental, cego de abordagem quantitativa. Participaram do estudo indivíduos com OA de joelho, que foram divididos em dois grupos, G1 (exercícios e laserterapia) e G2 (exercícios e laser + led), sendo tratados por 12 sessões e avaliados antes e após o tratamento nos quesitos de dor, funcionalidade, qualidade de vida, capacidade funcional e equilíbrio. Resultados: No G1 obteve-se redução significativa da dor, qualidade de vida, funcionalidade e equilíbrio. No G2 os ganhos foram os mesmos, porém no equilíbrio apenas no teste de caminhada rápida de 10 metros houve melhora. Na comparação entre os grupos houve apenas superioridade do G2 no quesito dor do questionário SF-36. Conclusão: Ambos os tratamentos apresentaram redução da dor, melhora do equilíbrio, funcionalidade e qualidade de vida dos indivíduos acometidos com OA.

Situação: em andamento.