Arquivo da categoria: Sem categoria

NEFAC no Hospital de Clínicas de POA

No último final de semana dias 25 e 26 de agosto, as Professoras Bruna Simon e Bruna Stamm acompanhadas de algumas acadêmicas membros do NEFAC e demais acadêmicas de enfermagem estiveram participando do IV Seminário de Cuidados Paliativos e II Jornada Porto-alegrense de Cuidados Paliativos do HCPA.

NEFAC na ACISO 2017

No dia 24 de junho de 2017 os componentes do NEFAC participaram da ACISO 2017 – Ação Cívico Social, promovida pela 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada “Brigada Charrua”, e em parceria com a Prefeitura Municipal de Uruguaiana no Parcão – Parque Dom Pedro II-Uruguaiana/RS.

Em parceria com a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante do Hospital Santa Casa de Uruguaiana na presença do Médico Cibin e a Coordenadora do NUGETES Fernanda Zadra, a comunidade foi sensibilizada sobre a importância da Doação de Órgãos. Além disso, os integrantes do NEFAC realizaram educação em saúde e aferição de pressão arterial.

Defesa de Tese

Dia 02 de junho de 2017 na Universidade Federal de Pelotas, a Líder do NEFAC Profª Raquel Garcia, realizou a defesa de sua Tese “Transplante renal como assunto de família: vivendo na incerteza vivendo na incerteza e buscando prolongar​ a vida” com a orientação da Profa. Dra. Eda Schwartz (UFPel). A banca examinadora foi composta por: Profa. Dra. Margareth Angelo (USP), Profa. Dra. Hedi Crecencia Heckler de Siqueira (FURG),  Profa. Dra. Elisabeth Gomes da Rocha (UFRGS) Profa. Dra Juliana Graciela Vestena Zillmer (UFPel) e Profa. Dra. Celmira Lange (UFPel).

Em nome dos componentes do NEFAC, parabenizamos a Profª Raquel pela conquista!

 

Bem-vindo!

O Núcleo de Estudos em Família e Cronicidade (NEFAC) foi criado em 2016, sendo vinculado ao Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Pampa, com o intuito de realizar articulação da comunidade acadêmica com os diferentes cenários de atenção à saúde, a fim de repercutir no aprimoramento do cuidado com famílias e indivíduos em condições de adoecimento crônico. Ainda, visa otimizar uma postura crítica-reflexiva entre os participantes do núcleo e o intercâmbio de saberes entre os atores envolvidos nas ações da universidade. Por fim, almeja-se difundir a produção de conhecimento do núcleo de estudos a nível nacional e internacional.