Projetos de pesquisa

Fatores preditores de quedas em idosos domiciliados: ações de enfermagem e saúde 
O objetivo Geral: Conhecer os fatores preditores de quedas em idosos domiciliado. Objetivos Específicos: Caracterizar a vulnerabilidade e fragilidade dos idosos caídores por meio de um instrumento de avaliação multidimensional do idoso; Construir proposta de cuidado de enfermagem e saúde voltado aos idosos caídores, considerando a vulnerabilidade e fragilidade destes. Metodologia: Trata-se de pesquisa do tipo exploratório, tendo em vista produzir conhecimentos acerca de fenômeno ainda não estudado (MINAYO, 2004). Os estudos exploratórios, geralmente estão associados aos modelos descritivos. Estes além de possibilitarem aumentar o conhecimento de fenômenos, também proporcionam conhecimentos mais específicos tendo em vista propósitos mais definidos. Essas considerações teóricas caracterizam a presente pesquisa como descritivo-exploratório de abordagem qualitativa. A abordagem qualitativa será aplicada devido à realização do cuidado de enfermagem ao idoso caídor, segundo a vulnerabilidade e fragilidade destes idosos. A metodologia utilizada na pesquisa será descrita sistematicamente na sequência, seguindo a apresentação individualizada para cada objetivo especifico. Como forma de atender o primeiro objetivo será realizada coleta de dados por meio de um instrumento semiestruturado. Para atender ao primeiro objetivo especifico será realizada pesquisa de natureza exploratório-descritiva de abordagem qualitativa com os idosos domiciliados, adscritos na Estratégia de Saúde da Família No Município de Uruguaiana. O protocolo de avaliação multidimensional do idoso envolve os seguintes instrumentos: Avaliação de Atividades de Vida Diária (AVD) (KATZ, 1963); Avaliação das Atividades Instrumentais de Vida Diária (AIVDs) (LAWTON, 1969); GepUp and Go (STEFFEN, 2002); Timed Up & Go (STEFFEN, 2002); Minimental (FOLSTEIN, FOLSTEIN, MCHUGH, 1975); Teste de lista de palavras CERAD (Bertolucci et al., 1998); Teste do relógio; Teste de reconhecimento de figuras; Teste de Fluência verbal (BRUCKI et al, 1997); Índice de Pfeffer (PFEFFER et al, 1982); Escala de Depressão Geriátrica (GDS) (ALMEIDA, ALMEIDA, 1999); Mini avaliação Nutricional (MORAES, 2008); Escala de equilíbrio de Berg (ARAUJO et al 2006); Avaliação sociofamiliar (MORAES, 2008); Avaliação ambiental (MORAES, 2008). Após etapa de campo, serão processados os dados, digitando-os em planilha Excel. Nesta fase de tabulação e interpretação, serão confeccionadas figuras gráficas (tabelas e gráficos) de maneira a possibilitar a descrição das variáveis. Os sujeitos constituir-se-ão 156 idosos adscritos na Estratégia de Saúde da Família. Após a análise será realizado cuidado de enfermagem com o idoso caídor no domicílio deste com o intuito de promover a saúde dos idosos e prevenir futuras quedas. Para este cuidado utilizar-se-á estratégia de educação em saúde. A metodologia para a ação educativa envolverá a participação ativa do idoso, bem como a compreensão deste como protagonista e tomador de decisão. A meta será o desenvolvimento de competências para o cuidado de si do idoso. Os dados serão apresentados em linguagem descritiva, estatística simples e utilização de figuras gráficas. O relatório de pesquisa contemplará os dados referentes aos idosos que sofreram quedas. A pesquisa será realizada somente após ser autorizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Uruguaiana e aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UNIPAMPA, por meio da Plataforma Brasil. Também, foi registrada no Sistema de Informação para Projetos de Pesquisa, Ensino e Extensão (SIPPEE) da UNIPAMPA. Todo o projeto deve estar baseado em uma condução ética, então serão seguidas as normas contidas na resolução nº 466/12 do Conselho Nacional de Saúde do Ministério de Saúde que regem pesquisas envolvendo seres humanos (BRASIL, 2013). Também, será providenciado aos idosos o conhecimento e a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, que será entregue anteriormente a entrevista, em duas vias de igual teor, uma destinada ao pesquisador e outra ao participante. Nesse termo será apresentado: dados de identificação do projeto e dos pesquisadores; informações acerca do objetivo e metodologia proposta; a garantia do anonimato dos sujeitos; a liberdade de se recusar a participar de dinâmicas ou retirar seu consentimento; a informação dos possíveis riscos e benefícios do estudo, durante a realização da entrevista poderia haver o risco de mobilidade emocional ao discutir o tema da pesquisa, mas não haverá outros riscos (biológicos, morais, econômicos), em caso desta ocorrência a entrevista seria interrompida, e se caso oportuno terá continuidade em outro momento, caso não seja desejo do participante dar continuidade à entrevista será suspensa. Como forma de assegurar o anonimato dos sujeitos entrevistados, os participantes serão identificados com algum código. Cabe ressaltar que o material oriundo das entrevistas permanecerá com o pesquisador responsável, nas dependências da UNIPAMPA, num período de cinco anos, sendo garantido o sigilo das informações obtidas e, passado esse tempo, serão inutilizadas, de acordo com a Lei dos Direitos Autorais nº 9.610/1998 (BRASIL, 1998). Portanto, em todo o processo de investigação sobre o tema proposto na pesquisa, serão respeitados os aspectos éticos, culturais, sociais, de cada indivíduo, não havendo invasão de privacidade e nem contrariando suas próprias crenças.

Orientação: Prof.ª Cenir Tier.

Análise do perfil dos idosos atendidos no ambulatório e/ou internados por quedas em um hospital, e o risco de novas quedas no período de internação e 1 ano após a alta hospitalar.

 
Descrição: Introdução: O envelhecimento e a expectativa de vida populacional estão aumentando mundialmente, com estes também crescem as alterações morfofuncionais, o surgimento de doenças crônico-degenerativas, dentre outros, o que faz com que os idosos sofram eventos incapacitante como as quedas. As quedas entre idosos são um dos principais problemas clínicos e de saúde pública devido à sua alta incidência, pelas suas graves consequências acarretadas, e aos altos custos assistenciais. Diante do exposto, o presente estudo tem como objetivo: analisar o perfil dos idosos atendidos no ambulatório e/ou internados por quedas em um hospital, e o risco de novas quedas no período de internação e 1 ano após a alta hospitalar. Métodos: A amostra será composta por idosos atendidos no ambulatório e/ou internados por quedas no Hospital Santa Casa de Caridade de Uruguaiana, do Município de Uruguaiana, RS. As variáveis coletadas e investigadas serão divididas em sócio demográficas, antropométricas, histórico de quedas e de doenças prévias, medicações em uso, funcionais, Após as coletas, os dados serão tabulados no programa Microsoft Excel® versão 2010 e posteriormente tratados no SPSS® versão20.0 através da estatística descritiva de média, desvio padrão e porcentagens. Resultados esperados: Após a realização da pesquisa, espera-se conhecer o perfil dos idosos atendidos no ambulatório e/ou internados por quedas no hospital, bem como os principais fatores de riscos que levam os mesmos a sofrer quedas e a identificar as lesões mais frequentes. Além disso, espera-se verificar o risco de novas quedas que os mesmos podem sofrer durante a internação hospitalar e a recidiva desta no período de um ano após a alta hospitalar.. 
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (1) . 

Integrantes: Graziela Morgana Silva Tavares – Coordenador / Franciele da Silva Moreira – Integrante / Antonio Adolfo Mattos de Castro Castro – Integrante / Rafael Tamborena Malheiros – Integrante / Ellen da Silva Pinto – Integrante / Luiz Carlos Trindade Neto – Integrante.
Número de orientações: 1
AVALIAÇÃO DA PROPENSÃO A QUEDAS E A SUA RELAÇÃO COM O NÍVEL DE COGNIÇÃO E EQUILÍBRIO EM IDOSOS RESIDENTES NA COMUNIDADE DE URUGUAIANA – RS
 
Descrição: O envelhecimento é caracterizado como um processo contínuo onde ocorre um declínio das funções morfológicas, bioquímicas, fisiológicas, psicológicas, dentre outras, sendo que estas variam de indivíduo para indivíduo. Este efeito é observado em todos os sistemas como p.ex.: muscular, ósseo, nervoso, circulatório, pulmonar, endócrino e imunológico, dentre outros. Essas alterações podem causar instabilidade postural e consequentemente quedas, sendo estas comuns em idosos. As quedas em idosos são um problema frequente, com importantes consequências físicas, psicológicas e sociais e constituem um dos principais problemas clínicos e de saúde pública por apresentar uma alta incidência e complicações para a saúde. Diante do exposto, o presente estudo visa avaliar a propensão de quedas em indivíduos idosos (com idade igual ou maior a 60 anos) da comunidade Uruguaiana-RS correlacionando com o nível de cognição e equilíbrio, que serão avaliados através das Escalas: Minimental, Equilíbrio de Berg e FES I respectivamente. Através das avaliações propostas espera-se conhecer melhor o nível de cognição, equilíbrio e histórico de quedas dos idosos avaliados, bem como a relação desses na propensão de quedas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Graziela Morgana Silva Tavares – Coordenador / BÁRBARA PALMA PACHECO – Integrante.
O ENVELHECER PARA A UNIPAMPA: CONHECENDO A PREPARAÇÃO DOS ALUNOS DE GRADUAÇÃO E PÓS GRADUAÇÃO PARA TRABALHAR COM IDOSOS
 
Descrição: A população mundial está envelhecendo rapidamente e o Brasil não está fora deste fenômeno. De acordo com dados publicados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que em 2050 cerca de 30% da população brasileira será composta de indivíduos idosos. Defronte a este cenário as Universidades devem se preocupar em formar profissionais qualificados, inserindo assim disciplinas específicas nas grades curriculares para atender esta crescente demanda. Diante do exposto, o presente projeto tem como objetivo investigar quais cursos de graduação e pós graduação da Unipampa, possuem disciplinas que abordam o envelhecimento, preparando assim, os futuros profissionais para atender de forma eficaz essa demanda. O levantamento dos dados será realizado de acordo com o Projetos pedagógicos dos cursos (PPC) de Graduação e Pós Graduação que se encontram disponíveis nas páginas dos respectivos cursos. Após este levantamento os dados serão tabulados e analisados. Espera-se que ao final do projeto possamos conhecer quais cursos de Graduação e Pós Graduação, possuem disciplinas que abordam o envelhecimento, sejam estas obrigatórias ou optativas. Além disso, espera-se que com esses dados seja apresentado ao menos um resumo e elaborado um artigo científico.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Graziela Morgana Silva Tavares – Integrante / Laís Noronha Liscano – Integrante / Marcio Alessandro Cossio Baez – Coordenador.
Análise do equilíbrio e postura de idosos antes e após a intervenção pelo método pilates.
 
Descrição: Introdução: O processo de envelhecimento é dinâmico, progressivo e individualizado caracterizado por alterações em diversos sistemas, no qual podemos destacar o musculoesquelético, no qual há uma redução da massa muscular e óssea, levando o indivíduo idoso a apresentar alterações posturais e consequentemente do equilíbrio corporal. Diante do exposto, o objetivo do presente estudo é verificar os efeitos de 8 semanas de treinamento pelo método Pilates, no equilíbrio e postura em idosos. Método: O presente estudo caracteriza-se como um ensaio clínico randomizado, longitudinal, descritivo, comparativo e exploratório. Serão selecionados idosos com idade > a 60 anos de ambos os sexos residentes no município de Uruguaiana – RS. Estes primeiramente serão avaliados, respondendo a uma ficha de avaliação para obtenção de dados sociodemográficos, antropométricos, histórico de quedas no último ano, a avaliação do equilíbrio dar-se-á no equipamento Neurocon Smart Equitest, no qual o idoso realizará o teste de organização sensorial (SOT) e através do teste da velocidade da marcha (gait speed), no qual o idoso irá caminhar na sua velocidade habitual por 6 metros e o avaliador cronometrará o tempo gasto. Em sequencia será realizada a avaliação postural, na qual serão adquiridas imagens nas vistas anterior, posterior e perfis direito e esquerdo que posteriormente serão analisadas no software de avaliação postural SAPO. Após a avaliação os mesmos serão randomizados através do sorteio de envelopes pardos, sendo denominados grupo de Pilates (GP) e grupo controle (GC). O GP será submetido a um treinamento supervisionado pelo método Pilates, por 8 semanas, com frequência de 2 vezes na semana com duração aproximada de 50 a 60 minutos cada. Todos os idosos serão avaliados antes e após o período de 8 semanas. Os dados serão primeiramente tabulados no programa Microsoft Excel® versão 2007 e posteriormente tratados no Statistical Package for the Social Sciences (SPSS®) através do teste t pareado e teste para amostras independentes. Para todos o nível de significancia adotado será de p<0,05. Resultados esperados: espera-se que após 8 semanas de interversão com método Pilates os idosos do grupo GP apresentem uma melhora no seu equilíbrio e postura corporal.. 
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 
Alunos envolvidos: Graduação: (1) . 

Integrantes: Graziela Morgana Silva Tavares – Coordenador / Lilian Pinto Teixeira – Integrante / Simone Lara – Integrante / Marcio Alessandro Cossio Baez – Integrante / JESSICA JANINE PLATES DOS SANTOS – Integrante.
Número de orientações: 1