Projetos

* Guia ARIA (Allergic Rhinitis and its Impact on Asthma) para médicos de atenção primária e farmacêuticos: avaliação do seu nível de conhecimentos sobre rinite alérgica.

* Projeto Global Asthma Network (GAN), Vigilância global

* Tradução, adaptação para o português (cultura brasileira) e validação do “Test for Respiratory and Asthma Control in Kids (TRACK)”

* Projeto Latinoamericano: Tabagismo no Adolescente

* PROGRAMA DE ASMA NA ESCOLA

* Avaliação do nível de conhecimentos em asma de estudantes da graduação, professores, e pais/ cuidadores de crianças asmáticas.

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO E CLÍNICO DAS PESSOAS VIVENDO COM HIV/AIDS ATENDIDOS EM UM SERVIÇO ESPECIALIZADO NA REGIÃO DA FRONTEIRA OESTE DO RIO GRANDE DO SUL: A infecção pelo HIV é uma das doenças que mais desafia profissionais e pesquisadores em saúde, devido a suas vias de transmissão e incurabilidade. Esta doença caracteriza-se por uma contínua replicação viral e depleção dos linfócitos TCD4+, acarretando em alterações imunológicas e infecções por patógenos oportunistas, afetando diretamente a qualidade e expectativa de vida do indivíduo com sorologia reagente para anti-HIV. A utilização da terapia antirretroviral (TARV) tornou evidente a regressão das manifestações clínicas, acompanhada por melhora nas condições de saúde do paciente. Apesar dos progressos alcançados na redução da mortalidade, o impacto da AIDS ainda mantém-se particularmente importante Neste contexto, o objetivo deste estudo é de caracterizar o perfil epidemiológico, evolução e resposta ao tratamento, perfil clínico e a ocorrência de coinfecções nos indivíduos acompanhados em serviço especializado no município de Uruguaiana-RS. Trata-se de um estudo transversal, de natureza quantitativa. A partir deste projeto espera-se identificar o perfil epidemiológico e características gerais dos indivíduos HIV/AIDS atendidos na região Oeste do Estado do Rio Grande do Sul- Brasil, corroborando para um entendimento mais amplo da infecção pelo HIV e suas manifestações na saúde humana. Além disso, identificar qual seria a população alvo indicada para o uso da profilaxia pré exposição na região da Fronteira oeste.