PET - CTC (Engenharias da Unipampa de Alegrete)

01 – PET (CTC)

PET-CTC (Ciência, tecnologia e cidadania)

 

Missão

– Capacitação de cidadãos em nível de excelência desenvolvendo pessoas e pensamentos: técnico científico, social e cultural.

Visão

– Aprender fazendo;

– Trabalho em equipe e dinâmica;

– Integrar o grupo com a sociedade;

– Desenvolver atividades que proporcionam o bem estar e satisfação;

– Valorização da diversidade.

 

META:

O objetivo do Grupo

Este grupo tem como intuito proporcionar aos bolsistas uma vivência do ambiente acadêmico em maior intensidade, comprometimento e satisfação bem como, influenciar os demais alunos e seus cursos de Engenharia.

Vislumbra apoiar grupos de alunos que demonstrem potencial, interesse e habilidades destacadas de modo que seus cursos de possam alcançar uma qualidade acadêmica diferenciada. O programa engloba uma sólida formação em ciências e tecnologia assim como, uma formação cidadã que resulte na consciência social do indivíduo e seu papel na sociedade, proporcionando-lhe uma compreensão mais integral do que ocorre consigo mesmo e no mundo.

Os alunos desenvolverão ações integradas e indissociáveis nas áreas de ensino, pesquisa e extensão com ênfase no desenvolvimento de novas tecnologias voltadas ao desenvolvimento regional. As atividades estão concebidas respeitando o princípio do aprender fazendo, proporcionando a discussão de temas éticos, sócio-políticos, científicos e culturais. Pretende-se que o aluno seja protagonista de sua formação com uma postura mais ativa, evitando-se também, a especialização precoce.

Assim o PET-CTC tem um compromisso epistemológico, pedagógico, ético e social. Tal abordagem vem ao encontro dos elementos norteadores do PET que menciona [1]: “O PET não visa apenas proporcionar ao bolsista e aos alunos dos cursos uma gama nova e diversificada de conhecimento acadêmico, mas assume a responsabilidade para sua melhor qualificação como pessoa humana e como membro da sociedade”.

Esta proposta vem ao encontro do Projeto Institucional da Unipampa [2] que foi concebida com o objetivo de proporcionar uma sólida formação acadêmica generalista e humanística aos seus egressos, estar inserida na sociedade e ser um agente de transformação social conforme o texto transcrito:

“A UNIPAMPA, como universidade pública, deve proporcionar uma sólida formação acadêmica generalista e humanística aos seus egressos. Essa perspectiva inclui a formação de sujeitos conscientes das exigências éticas e da relevância pública e social dos conhecimentos, habilidades e valores adquiridos na vida universitária e inserção em respectivos contextos profissionais de forma autônoma, solidária, crítica, reflexiva e comprometida com o desenvolvimento local, regional e nacional sustentáveis, objetivando a construção de uma sociedade justa e democrática.”

A metodologia empregada incentiva a transposição das fronteiras entre as disciplinas, a formação crítica e o desenvolvimento de novas práticas e experiências pedagógicas fomentando novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior: “A ação pedagógica passa a ser mediadora da aprendizagem, estimulando a reflexão crítica e o livre pensar, como elementos constituidores da autonomia intelectual dos educandos. Assim, o educando é compreendido como sujeito que vive na e pela comunidade, percebido na sua singularidade e cidadania e reconhecido em sua potencialidade transformadora” [2]