Atividades 2016

No ano de 2016 o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência – PIBID iniciou suas atividades nas escolas de Ensino Fundamental e Médio através da metodologia de Projetos.  Nos meses de janeiro e fevereiro, meses estes em que não existe a possibilidade de atividades nas escolas, os bolsistas dedicaram-se às leituras previamente determinadas pelos respectivos supervisores a fim de compor os planejamentos futuros dos trabalhos.No dia 08 de Março, foi realizada uma reunião, onde o grupo do Pibid da Escola Sucessão dos Moraes desenvolveu uma apresentação de Boas – Vindas ao grupo, através de um vídeo, o qual demonstrava através de fotos o trabalho realizado no ano de 2015 do programa até o momento.

Os Pibidianos da Escola Sucessão dos Moraes – CRAS – APAE, Bernardino Ângelo, Bernardino Tatu, Getúlio Dorneles Vargas – CIEP reuniram – se a fim de produzir os projetos para dar continuidade no desenvolvimento das atividades, com auxilio das Tecnologia da Informação e Comunicação – TIC e dos livros didáticos.

A equipe continuará com o desenvolvimento do projeto que será aplicado ainda no primeiro semestre de 2016.
 pibid-1
Fonte: PIBID Tatu
Em abril os grupos de pibidianos deram prosseguimento às suas atividades.
Na escola Bernardino Tatú, foi ofertada uma oficina sobre o “Meio Ambiente: a importância da coleta seletiva de resíduos”, ministrada pela Pibidiana Luiza, com auxílio da Aline, Esta oficina teve como objetivo conscientizar os alunos a preservarem o meio ambiente onde vivemos e reconhecerem o prejuízo que traz para a natureza o descarte incorreto de resíduos no ambiente.
A E. E. E. F. Getulio Dornelles Vargas, foi voltada para a elaboração de projetos que serão aplicados no decorrer do ano letivo de 2016. Os bolsistas fazeram uma intervenção na reunião semanal dos professores e gestores da instituição, nos turnos manhã e tarde, onde o foco da conversa foi as atividades que proporcionaram aos alunos no ano de 2015 e as suas perspectivas com o avanço do mesmo, tratando-se de uma abordagem que motive o aluno  para a participação e assimilação dos conteúdos que são desenvolvidos nas oficinas.
Nos primeiros quinze dias do mês de abril os pibidianos do Instituo Estadual de Educação Bernardino Ângelo dedicaram-se as escritas dos projetos que serão desenvolvidos na escola. Para as escritas utilizaram como referência principal a leitura do livro Aprendizes do futuro: as inovações começaram! Nos últimos dias os pibidianos juntamente com a supervisora encontram-se empenhados em desenvolver a elaboração dos projetos  de aprendizagem, bem como nas escritas destinadas ao livro do PIBID – 2016, reunidos nas dependências da Universidade Federal do Pampa – Unipampa.

Os pibidianos da Escola Sucessão dos Moraes – CRAS – APAE, juntamente com a supervisora encontram-se empenhados em desenvolver a elaboração dos projetos  de aprendizagem, bem como nas escritas destinadas ao livro do PIBID – 2016, reunidos nas dependências da Universidade Federal do Pampa – Unipampa.

Em maio, ocorreu a primeira parte do projeto denominado “A Química do fogo”, realizado com o oitavo ano da E.M.R.E.F. Sucessão dos Moraes, aplicada pelos pibidianos da Escola Sucessão dos Moraes – CRAS – APAE. Neste primeiro encontro realizou-se o desafio: Como a pedra pega fogo na água? em que cada estudante interagia através de um blog, intitulado Campos verdejantes. O mesmo foi elaborado de forma que os educandos construam seus próprios conceitos a cerca das teorias que envolvem o surgimento do fogo até os dias atuais, contando com sete encontros.

O grupo de pibidianos da escola Bernardino Tatu obteve excelentes resultados com as confecções dos projetos e o andamento das escritas para o livro do PIBID. Nos projetos em específico, conseguiram entrelaçar os conteúdos propostos pela supervisora, sendo este, um desafio a ser alcançado.

Os bolsistas do Instituto de Educação Bernardino Ângelo deram início a mais uma etapa de seu projeto, onde foram atendidos os alunos das turmas 93 (9ºano) e 82 (8ºano) do Ensino Fundamental. As atividades desenvolvidas  abordaram os temas: Segurança e Materiais utilizados no laboratório, tais atividades ficaram a cargo das bolsistas Lidiane Esteve e Viviani Epifanio. Também, foram atendidos aos alunos das turmas de 1º e 2º ano do Ensino Fundamental, pelas bolsistas Danielle Costa e Tatiane Garcez. Os alunos participantes puderam conhecer os principais itens de segurança para realização de atividades laboratoriais e manipulação de vidrarias e reagentes.

maio

Fonte: Pibid Sucessão CRAS-APAE

A escola Getúlio Dornelles Vargas – CIEP iniciou suas atividades práticas com o desenvolvimento de cinco Projetos Temáticos, em que cada bolsista ficou responsável por realizar o seu.   Os bolsistas da escola percebem uma imensa aceitação pela comunidade escolar em geral, fato que a equipe Pibid – CIEP considera muito gratificante, uma vez que a melhor recompensa é tornar o processo de ensino e aprendizagem mais aprazível aos estudantes.

O grupo do Pibid Escola Sucessão dos Moraes – CRAS-APAE se dedicou, no mês de junho, as seguintes atividades: início da escrita sobre os projetos que já foram executados, escrita de cem palavras referente aos mesmos para a elaboração do relatório semestral, bem como discussão sobre a possibilidade de participação dos bolsistas em eventos.

Do mesmo modo, ocorreram também a sequência das atividades dos projetos executados na escola. No projeto “A Química do fogo” ocorreu uma retomada do conteúdo dos encontros anteriores. Após realizou-se uma representação da molécula da água, através de massa de modelar, e elaborou-se um roteiro para gravação de um vídeo pelos estudantes, utilizando o material feito.

Na Escola Bernardino Tatu, os pibidianos deram continuidade ao Projeto da “Gravidez na Adolescência”. Os alunos realizaram uma pesquisa, utilizando os livros didáticos e computadores, com o objetivo de identificar os métodos contraceptivos existentes e sua eficácia, para juntos com a bolsista Leci construíram uma cartilha sobre os mesmos, a qual estará disponível na biblioteca da escola. Além disso, foi distribuído um exemplar para cada aluno.

Os pibidianos da escola E. E. E. F. Getulio Dornelles Vargas utilizaram em suas oficinas o Extrato de Repolho Roxo como Indicador de pH.O experimento Indicador de pH foi realizado no laboratório de ciências da Escola CIEP, como parte do projeto Laboratório Funcional, desenvolvido pela pibidiana Liziane Mena, buscando familiarizar os alunos, não apenas com os métodos de laboratório, mas também com a necessidade de registro que as atividades práticas exigem, para que assim, se possa analisar detalhadamente os fenômenos que ocorreram.

No Instituto de Educação Bernardino Ângelo o grupo de pibidianos deu continuidade a aplicação do projeto “Segurança e Vidrarias de Laboratório” que tem a finalidade de abranger todos os alunos da Escola, desde os  Anos iniciais e   Anos finais do Ensino Fundamental até Curso Normal. As bolsistas Bianca, Lidiane e Viviani aplicaram o projeto com as turmas 71,72, 92 durante a manhã do dia 14 de junho.

junho

Fonte: Pibid Sucessão CRAS-APAE

Em julho o grupo de pibidianos da escola Bernardino Tatu se dedicou as escritas sobre os projetos que foram executados até o momento. Os bolsistas estavam bastante empolgados com as escritas pra o 5º fórum sobre educação e cultura digital: tecnologia no cotidiano na vida e na escola, que ocorreu no dia 21 de julho no campus do IFSUL na cidade de Bagé.

A equipe da Escola Getúlio Dorneles Vargas dedicou a primeira quinzena do mês de Julho ao fechamento dos projetos de aprendizagem, planejados e executados pelos bolsistas. Este momento foi destinado a avaliar os trabalhos que foram programados e desenvolvidos, analisando os resultados obtidos durante o processo de efetivação dos referidos projetos, para finalizar foram realizadas escritas reflexivas sobre os mesmos.

julho

Fonte: Pibid Bernardino Ângelo

No mês de agosto os pibidianos da Escola Sucessão dos Moraes – CRAS-APAE pensando na grande diversidade dos novos integrantes do grupo, buscou elencar novas estratégias para a elaboração dos projetos de ensino-aprendizagem, as bolsistas juntamente com a supervisora realizaram a apresentação do esboço de suas propostas iniciais e as contribuições para o desenvolvimento dos projetos.

O grupo de pibidianos da escola Bernardino Tatú, juntamente com os demais pibidianos, supervisoras e coordenadora do subprojeto Ciências da Natureza, reuniram-se na UNIPAMPA, a fim de discutirem as regras de apresentações de trabalhos no VIII SIEPE, a ser realizado nos dias 22 a 24 de novembro em Uruguaiana.

Na quinta-feira dia 18, os pibidianos da escola Bernardino Tatu desenvolveram escritas sobre os novos projetos que estão sendo desenvolvidos na escola.

Na edição de sábado dia 20 de agosto, foi publicada uma reportagem no Jornal Folha da Cidade para descrever o que é o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência, apresentar o seu trabalho e alguns de seus projetos.

O PIBID Ciências da Natureza – UNIPAMPA/Dom Pedrito deu início à programação de divulgação da Feira de Ciências do Instituto de Educação Bernardino Ângelo, este ano intitulada FECIBA.

A escola CIEP deu início ao primeiro encontro da segunda etapa do projeto Laboratório Funcional na escola, desenvolvido pela bolsista Letícia Leite, com a turma do nono ano. Na ocasião, a bolsista abordou as normas de laboratório, visando conscientizar os alunos da importância de cuidados básicos de segurança neste ambiente. À tarde, foram realizados testes de alguns experimentos, os quais serão desenvolvidos no projeto nas próximas semanas.

Em setembro o grupo de pibidianos da Escola Sucessão dos Moraes – CRAS-APAE realisou o primeiro encontro oficial com as senhoras do CRAS São Gregório das 14 às 16 horas, no dia deste foram ensinadas noções básicas como: ligar e desligar o computador, navegar na internet e algumas dicas de digitação no Word, esse encontro foi apenas para elas conhecerem o espaço da Universidade e se integrarem sobre os objetivos deste projeto.

Os pibidianos do Instituto de Educação Bernardino Ângelo realizou no dia 06/07 um circuito de experimentos no I.E.E. Bernardino Ângelo, realizado no laboratório de ciências da escola. O circuito teve o intuito de agregar conhecimento e novas ideias para os alunos que participaram da FECIBA (Feira de Ciências do Instituto Estadual de Educação Bernardino Ângelo) e posteriormente a feira de ciências municipal.

Na escola Bernardino Tatu foi realizada uma oficina com a temática “Trabalhando a temática da uva através da produção de geleia” essa oficina teve como objetivo demonstrar a importância da produção artesanal de geleias a partir do suco da uva e também ensinar o passo a passo da confecção de geleia caseira aos alunos.

Os bolsistas da Escola CIEP realizaram uma atividade para os alunos do 3º ano, em parceria com o Detran, trazendo uma proposta diferenciada. Através da ludicidade foi proporcionado aos alunos, orientações no trânsito conceitos da Física, como deslocamento e impacto fazendo uma conexão também com o corpo humano.

No mês de outubro os bolsistas da Escola CIEP ofertaram ao sexto ano uma oficina sobre Rótulos. No dia 26 foi aplicado o experimento de mudanças de fase, nos oitavos anos manhã e tarde. No dia 27 foi feita a produção de vinho artificial aplicada para o nono ano.

O grupo de pibidianos da Escola Bernardino Tatu deu prosseguimento a correção e finalização de escritas do Ebook (ou e-book) é uma abreviação do termo inglês eletronic book e significa livro em formato digital. Que está em fase final e, portanto, o grupo se agilizou para enviar as mesmas dentro do prazo estabelecido, para as devidas correções da coordenadora do programa Crisna Bierhalz. No dia 18 ocorreu uma reunião entre as supervisoras juntamente com a coordenadora, na sala do LIFE, onde foram passadas orientações para o desenvolvimento e finalização das atividades na escola  neste final do semestre de 2016.

No dia 13 de outubro foi realizada a 2º Feirinha de Ciências do Instituto Bernardino Ângelo, que teve como protagonistas os alunos de 1º a 5º ano. Foram 41 trabalhos participantes da feira e oito avaliadores que estiveram presentes. Foram eles: Mário Augusto de Freire Gonçalves (prefeito), professora Darlene e professor Antônio Lima- (professores atuantes na escola), quatro alunos do 3ºano do curso normal e Alisson Antunes (aluno de graduação em Ciências da Natureza).

O grupo de pibidianos da Escola Sucessão dos Moraes – CRAS-APAE encontrou com o grupo Cras, desenvolveu uma atividade de inserção e interação com as tecnologias. Num primeiro momento foram criados e-mails para que o grupo tivesse acesso a uma conta do facebook. Através de máquinas fotográficas fizeram registros em diferentes ambientes e cada uma pode selecionar suas fotos preferidas onde em um próximo encontro farão uma roda de conversa para expor as fotos bem como o significado que lhes trazem.

Em novembro o grupo dos projetos especiais Escola Sucessão dos Moraes – CRAS-APAE finalizou o projeto Inclusão Digital na melhor Idade, cujo trabalho é desenvolvido na instituição CRAS – São Gregório e tem como propósito auxiliar os idosos a ter contato com a tecnologia. Nesse dia cada participante teve liberdade para acessar os logins da página do facebook criados anteriormente, assim como alimentá-los de sua maneira. Após foram convidados a assistir um vídeo  criado com finalidade de mostrar desde o ponto de partida (Instituição CRAS) até a chegada na Universidade Federal do Pampa, como também as atividades desenvolvidas. O dia foi finalizado com a exposição de fotos tiradas pelas participantes do projeto.

As atividades da Escola Bernardino Tatú começaram com a bolsista Leci Kaufmann que aplicou uma oficina com a temática Fenômenos Químicos, do Projeto Laboratório Funcional, no turno da tarde, onde os alunos puderam participar das práticas visualizando os fenômenos químicos acontecerem. O objetivo é que os alunos despertem sua curiosidade através da prática, vivenciando os fenômenos.

A bolsista Lorena Garces Silva recebeu um prêmio por seu trabalho apresentado no VIII SIEPE realizado em Uruguaiana, nos dias 22 a 24 de novembro de 2016. O seu trabalho abordou a temática: Esmaltes de Unhas no Ensino de Ciências da Natureza. Esta temática abre um leque de possibilidades para abordar os conteúdos de Ciências da Natureza nas escolas. A bolsista ganhou uma viagem para um evento a nível estadual.

15231591_1128024083940159_181855242_o

Fonte: Bolsista Lorena Garces Silva.