História – São Borja:


Colégio Estadual Getúlio Vargas

 

O Colégio Estadual Getúlio Vargas, é uma escola centenária, no qual a partir do decreto de nº 1935, de 14 de fevereiro de 1913 foi divulgado pelo chefe do Palácio Piratini. O colégio passou por várias mudanças, entre elas o próprio nome, sendo que seu primeiro foi Colégio Ellementar de São Borja, outra mudança significativa foi em sua sede, no qual na época não possuía local fixo, tendo assim que alugar vários imóveis para o seu funcionamento. Para tanto, a construção do prédio fixo, o qual ainda se encontra no mesmo local, iniciou-se em 1917.

Entretanto apenas no ano de 1934 é que o prédio foi entregue a comunidade escolar. Nesse sentido a gestão de 1937 da escola com a diretora Eudoxia A. Almeida, propôs homenagear o político que mais havia se empenhado para o desenvolvimento da obra escolar, no qual acabou sugerindo que a escola tivesse o seu nome, Getúlio Vargas.

A estrutura do Colégio Estadual Getúlio Vargas, é composta da seguinte forma: no ano de 2014 possuía 1024 (mil e vinte e quatro) alunos matriculados. A gestão da escola permite o máximo de faltas de um aluno em 25% de total de aulas dadas. O início das aulas no turno da manhã é as 7:30 e o término as 11:55. Já no turno da tarde, período o qual o projeto é aplicado, o primeiro horário começa às 13:00 e o último finaliza as 17:35. Para tanto o colégio não disponibiliza horário noturno.

A escola, localizada no centro da cidade atende alunos de todas as classes sociais e faixas etárias, mas uma das suas características é de contemplar alunos em situação de vulnerabilidade social, visto que a escola se encontra ao lado da Casa Acolhida.

 

Leia mais


Supervisores

 

Profª.  Claudia Vanderleia Parcianello

Profª. Cristiane Leão Carvalho


Bolsistas

 

Danilo Pedro Jovino
Hermogenes De Sousa Cerqueira Filho
Jonivan Martins de Sá
Luciano Figueiredo
Lidiane Barbosa
Luiz Renato Fanfa
Mariano Mohr
Maico Oliveira Acosta
Viviane Carvalho de Moraes

Quer saber o que vem acontecendo nessa escola?

 PROJETO 2016