Relatório de atividades *

Planejar projeto.

 

 

Primeiramente os bolsistas reuniram-se com a supervisora e a coordenadora a fim de planejar as ações que seriam desenvolvidas no primeiro semestre de 2015. Para tanto, a supervisora, por já conhecer a turma, apresentou, nominalmente, os alunos e as prováveis dificuldades que seriam encontradas.

Foi acordado que algumas atividades seriam programadas através de e-mail, entretanto, haverá encontros presenciais para discutir como está o andamento do grupo e para que possa ser feita uma reflexão das metodologias adotadas.

 

(Jaguarão, 11 de março de 2015. Laboratório de Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira para Crianças e Formação Docente – UNIPAMPA – Caroline, Leonardo e Mara)

Apresentar o léxico dos utensílios da cozinha Nesta primeira aula, as bolsistas se reuniram na escola E. M. E. F. Fernando Ribas, para então dar inicio nas oficinas ofertadas pelo PIBID aos 6º anos do ensino fundamental. As bolsistas foram apresentadas aos alunos pela supervisora, que desenvolveu e ampliou a temática do léxico dos utensílios da cozinha.

 

(Jaguarão, 17 de março de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foram realizadas duas reuniões, a fim de planejar as oficinas que desenvolvemos no primeiro semestre de 2015. A reunião foi realizada com a supervisora Profa. Luciana Oliveira Ávila, com o objetivo de apresentarmos as propostas de atividades e recebemos a orientação da professora, quanto às características das turmas que participariam das oficinas de língua espanhola.

 

(Jaguarão, 18 e 19 de março de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

 

Apresentar as bolsistas e aplicar a ficha de diagnóstico. Primeiramente, as bolsistas se apresentaram aos alunos e aplicaram uma ficha de diagnóstico, a fim de conhecê-los melhor e identificar possíveis parentescos e contatos com falantes da língua espanhola.

Após, realizamos atividades de recepção, como amúsica “Saludos”, uma contação de história em espanhol e um cartão de boas vindas para que os alunos colorissem.

 

(Jaguarão,23 e 26 de março de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

 

Expor os alunos ao contato direto com a língua espanhola. As bolsistas deram continuidade  ao léxico dos utensílios da cozinha. Logo após o termino das aulas, foram convidadas para assistir a palestra ministrada pelo sr. Vitor Eduardo Otaño, psicólogo social, natural da Argentina; a palestra foi de carater interdisciplinar abrangendo as áreas de geografia, espanhol, história e ciências.

 

(Jaguarão, 24 de março de 2015.E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

Conhecer os objetivos e normas do PIBID.

Planejar os projetos que serão aplicados na oficinas.

Os bolsistas, coordenadora e supervisoras reuniram-se para organizar suas oficinas e foi implementado uma planilha de presença dos Pibidianos assim como das Professoras de cada escola.

 

(Jaguarão, 24 de março de 2015. EMEF Padre Pagliani – Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

Apresentar os bolsistas e o projeto, bem como iniciar a atividade de diagnóstico.

 

 

Houve a apresentação dos bolsistas e de como seria o projeto, bem como qual a intenção do PIBID dentro da sala de aula; foi aplicado um diagnóstico para que fosse conhecida a realidade e as expectativas que os alunos têm em relação à aprendizagem de outra língua.

(Jaguarão, 25 de março de 2015. EMEF Padre Pagliani- Caroline, Leonardo e Mara)

Planejar os projetos que serão aplicados na oficinas. O grupo Pibid Escola Padre Pagliani se reuniu e definiu as temáticas que serão desenvolvidas no projeto durante o bimestre.

 

(Jaguarão, 25 de março de 2015. Laboratório de Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira para Crianças e Formação Docente – UNIPAMPA – Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

Apresentar as bolsitas e o projeto

 

Começamos a oficina com a apresentação de cada aluno, para isso levamos uma dinâmica de interação para que os alunos se apresentassem em espanhol, então pedimos para que os estudantes fizessem um circulo e também levamos um cordão, cada aluno deveria dizer seu nome, idade e turma a medida que iam falando enrolavam o dedo no cordão logo passavam para o colega, assim formando uma “teia” no meio da roda. Depois que todos se apresentaram entregamos a eles um diagnóstico com perguntas sobre a língua e pedimos que escrevessem em espanhol, com a ajuda das bolsistas, alguns conseguiram terminar, poucos deixaram as questões em branco.

 

(Jaguarão, 26 de março de 2015. EMEF Padre Pagliani – Nathana, Taiane, Doralice e Mara )

Apresentação dos bolsistas e aplicação da ficha de diagnóstico.

 

Tem como objetivo se aproximar da realidade dos alunos. Se os alunos tem algum conhecimento ou contato com língua espanhola.

 

 

Primeiramente os bolsistas foram apresentados pela supervisora, após foi explicado à intenção do projeto. Em seguida os bolsistas chamaram um aluno por vez, para responder a ficha de diagnóstico, por serem muito pequenos e estarem em séries iniciais, não conseguiriam responder as perguntas sozinhos.

 

(Jaguarão, 27 de março de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas – Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda)

 

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião entre as bolsistas, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como um diálogo e uma reflexão a respeito do que poderíamos desenvolver com as crianças de acordo com as características que conhecemos na primeira classe.

 

(Jaguarão, 27 de março de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

 

Realizar atividades explorando a habilidade oral com a temática da Páscoa. Os alunos assistiram ao vídeo de uma canção chamada “Pascua” com noções entre longe e perto em espanhol. Realizamos uma atividade física e oral, a fim de reproduzir o que era cantado e feito no vídeo. Após, confeccionamos um coelho com algodão.

 

(Jaguarão, 30 de março de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

 

Desenvolver a oralidade.

 

As bolsistas acompanharam a oficina ministrada pela professora supervisora, pelo motivo de estarem presentes estagiarias de observação, nessa oficina ela comentou com os alunos sobre a palestra da aula anterior.

(Jaguarão, 31 de março de 2015, E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

Concluir o diagnóstico e desenvolver as habilidades orais e leitoras.

 

 

 

 

 

 

Foi concluída a atividade do diagnóstico. Durante a oficina, os bolsistas e a professora regente aproveitaram para tentar desenvolver as destrezas orais dos alunos, buscando, através da conversação, mostrar a importância de ter conhecimento e domínio da língua meta. Através de pequenos textos relacionados à Páscoa, foi aprimorada a habilidade leitora dos alunos. Além disso, os alunos ainda tiveram a visita da coordenadora do PIBID, Prof.ª Dr.ª Cristina Boéssio.

 

(Jaguarão, 01 de abril de 2015. EMEF Padre Pagliani –– Caroline, Leonardo e Mara)

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião de planejamento para as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 03 de abril de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

 

Planejar – pós-diagnóstico.

 

 

Após a aplicação do diagnóstico, foi possível traçar as expectativas que os alunos possuem em relação à aprendizagem da língua, assim, fizeram-se necessárias algumas adaptações no projeto origem.

 

(Jaguarão, 06 de abril de 2015. Laboratório de Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira para Crianças e Formação Docente– Caroline, Leonardo e Mara)

Reconhecer o contexto dos alunos, iniciar o léxico sobre as partes do corpo e explorar a habilidade oral das crianças. Foi realizado um repasso das classes anteriores e aplicada uma nova temática, a fim de reconhecer o contexto das crianças. As atividades, que tinham como foco explorar a habilidade oral das crianças, trouxeram os membros da família, características físicas e pessoais, origem e idade. Os alunos assistiram a vídeos que mostravam os membros da família e depois fizeram desenhos dos mesmos. Apresentamos slides com as expressões faciais e os alunos desenharam as expressões em rostos em branco, também coloriram um desenho com as partes do corpo, que ao recortar, virava um quebra cabeça. Construímos um painel fixando os trabalhos realizados pelos alunos.

 

(Jaguarão, 06 e 09 de abril de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

 

Conhecer o léxico e praticar a Língua Espanhola. Boas maneiras Esta atividade foi desenvolvida com os grupos de 6º ano A e B.

Iniciamos a aula falando sobre boas maneiras conversando com os alunos sobre quais eram as boas maneiras que eles conheciam. Após a conversa passamos um vídeo e depois fizemos uma atividade com fantoches. Esta atividade consistia em que os alunos criassem e apresentassem um diálogo utilizando as boas maneiras apresentadas em aula. (Jaguarão, 06 e 07 de abril de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Ana Paula, Paola, Otávio e Luciana)

 

Incluir a teoria como um acionador. As bolsistas se retiraram das oficinas, pelo motivo de ainda estarem presentes estagiarias de observação, então, reuniram-se na biblioteca da escola, com intuito de realizarem leituras teóricas para embazamento das práticas a serem desenvolvidas nas próximas oficinas.

(Jaguarão, 07 de abril de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

Realizar uma roda de conversa para desenvolver as habilidades orais.

 

 

 

 

 

 

 

 

Foi feita uma roda de conversa, pois foi verificado que, na maioria das respostas dadas no diagnóstico, os alunos estavam mais interessados em aprender espanhol através de aulas expositivas. Após a conversa, começou a temática “medo”, em que foi tratado o medo de se expor e, ao fim da oficina, a dinâmica do balão (balões com perguntas dentro) e da “cajadelmiedo”. Uma das alunas se recusou a fazer as dinâmicas e simplesmente saiu da sala, retornando somente após a saída dos bolsistas.

 

(Jaguarão, 08 de abril de 2015. EMEF Padre Pagliani– Caroline, Leonardo e Mara)

Apresentação dos alunos e saudações / cumprimentos na língua espanhola.

 

Começar a desenvolver habilidades orais, com a apresentação de cada aluno e com o conhecimento das saudações / cumprimentos em espanhol.

 

 

 A oficina teve início com apresentação de cada aluno, que contaram com ajuda dos bolsistas para dizer o nome e a idade em espanhol. O tema da aula que foi saudações teve início com um vídeo, que se chama “Hola y adiós”, para atividade os bolsistas utilizaram uma caixa, que os alunos deveriam colocar a mão para tirar um cartão. A caixa possuía diferentes desenhos em cartões, que eles deveriam identificar que cumprimento usar, pela manhã, tarde e noite.

 

(Jaguarão, 10 de abril de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas – Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda)

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 10 de abril de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

 

Aprofundar a leitura. As bolsistas se reuniram novamente para discutir a leitura do primeiro capítulo, “Cinco aprendices y cinco métodos” (p. 21-35), que haviam lido anteriormente.

 

(Jaguarão, 14 de abril de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

Vencer os medos de uso de língua estrangeira.

 

 

 

Nesta oficina foi retomado o que já havia sido trabalhado, foram rompidos os medos, e em círculo começou uma apresentação através da dinâmica do fio. O objetivo da dinâmica é mostrar aos alunos que a língua une as pessoas e dá oportunidades de interação entre indivíduos de diferentes culturas.

 

(Jaguarão, 15 de abril de 2015. EMEF Padre Pagliani– Caroline, Leonardo e Mara)

Apresentar o léxico sobre as partes do corpo. Os alunos assistiram ao vídeo “Juan pequeñobaila” em seguida, as bolsistas mostraram o desenho de um boneco e nomeando as partes do corpo em língua espanhola. Após, foi realizado um bingo com as partes do corpo e os alunos confeccionaram um quebra cabeça com um boneco, identificando e reproduzindo o léxico aprendido nos desenhos pintados em cada peça do quebra cabeça.

 

(Jaguarão, 13 e 16 de abril de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

 

Conhecer alguns pratos típicos da Argentina e  Uruguai.

Trabalhar com o gênero receita

 

Neste dia levamos para a oficina três imagens de comidas típicas dos países Argentina e Uruguai. Nossa proposta era que os estudantes elaborassem uma receita a partir do que viram. Também levamos alguns cardápios de restaurantes para que eles tivessem um apoio.

 

(Jaguarão, 16 de abril de 2015. EMEF Padre Pagliani, Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 17 de abril de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

Dias da semana

 

Aprender os dias da semana com vídeo e atividade.

 

 

A aula teve início com os bolsistas apresentando o tema da aula, após colocaram um vídeo com uma música com os dias da semana. A atividade foi feita com balões que possuíam perguntas em seuinterior, que estavam relacionadas com dias da semana. Cada aluno estourava um balão e o bolsista lia a pergunta que estava em espanhol e o aluno deveria responder o dia da semana.

(Jaguarão, 17 de abril de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas – Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda)

Planejar atividades.

 

 

 

 

 

 

Os bolsistas apresentaram para a supervisora suas expectativas com a turma e como planejam desenvolver as atividades. Ficou acertado que nas próximas oficinas haverá uma mescla entre a normatividade da língua (apresentação de regras) e exposição a contextos conversacionais. Assim, entenderam que, como atividade inicial, poderiam elaborar materiais juntamente dos alunos. Como o nível de proficiência da língua ainda está baixo, começaram por léxicos específicos para, então, abrir para uma abordagem mais global da língua.

 

(Jaguarão, 20 de abril de 2015.Laboratório de Ensino de Espanhol como Língua Estrangeira para Crianças e Formação Docente. UNIPAMPA – Caroline, Leonardo e Mara)

Materializar os fragmentos e as reflexões  realizadas a respeito do texto.  As bolsistas elaboraram um fichamento a partir de fragmentos do texto, juntamente com reflexões que fizeram do capítulo I que tem como título “Cinco aprendices y cinco métodos” (p. 21-35). Na escola Fernando Corrêa Ribas.

(Jaguarão, 21 de abril de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

Iniciar o léxico sobre as partes do corpo humano.

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta oficina serviu para que os alunos pudessem conversar com os bolsistas sobre seus propósitos na escola. Depois, foi apresentado o diário de classe, que será um instrumento para os alunos relatarem suas perspectivas de cada oficina. Foi feito um sorteio para ver quem seria o primeiro a fazer a tarefa. Além do diário, foi explicado o que é um glossário. Como atividade prática, foi pedido dois voluntários, um deitou no chão e o outro fez o desenho de seu corpo, então os bolsistas iniciaram a trabalhar o léxico das partes do corpo.

(Jaguarão, 22 de abril de 2015. EMEF Padre Pagliani– Caroline, Leonardo e Mara)

Apresentar os nomes em espanhol dos alimentos utilizados na preparação de um pancho.

 

 

 

 

 

 

 

 As bolsistaslevaram para os alunos uma aula prática do conteúdo trabalhado na aula anterior, sobre os pratos típicos da Argentina e Uruguai. Levamos os ingredientes para que os alunos montassem seu Pancho, e falassem o que colocou em espanhol. Depois da atividade entregamos cardápios e em grupos os alunos iam anotando ingredientes para a próxima aula que será trabalhada no dia 30 aula prática de pizza.

 

(Jaguarão, 23 de abril de 2015. EMEF Padre Pagliani, Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

 

Elaborar um cartaz de felicitações para o aniversário da escola E.M.E.F Marcílio Dias. Nesta oficina os alunos confeccionaram um cartaz comemorativo na escola Marcílio Dias e, após, também se apresentaram no pátio da escola com a canção “Que loscumplas feliz”.

 

(Jaguarão, 24 de abril de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

Família

 

Conhecer o parentesco de suafamília na língua espanhola.

 

 

 A aula começou com a o vídeo “Dime como es tu família”, No qual aparecemnomes de membros da família como: “madre, padre, hijo, hermanoetc”. Como atividade todos tiveram que desenhar sua família e colorir.

 

(Jaguarão, 24 de abril de 2015., EMEF Fernando Corrêa Ribas – Eny, Gean,  Jonas e Maria Fernanda).

 

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 25 de abril de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

Apresentar o léxico sobre as características de uma casa. As bolsistas apresentaram as características básicas de uma casa, reproduzindo o léxico de cada cômodo e móveis com desenhos animados e sons produzidos pelo movimento de móveis, na qual os alunos deveriam falar que mobília se travava e, com a ajuda das bolsistas, falavam a mesma palavra em língua espanhola. As crianças também ouviram uma história contada sobre “La casa” e depois fizeram desenhos, colorindo móveis da casa e colocando nos devidos cômodos. Levamos também uma casa de madeira, a fim de que os alunos colocassem os móveis em seus respectivos lugares e, assim, cada vez que selecionava uma mobília, deveria, com a ajuda das bolsistas, mencionar o nome delas em espanhol.

 

(Jaguarão, 27 e 30 de abril de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

Iniciar a leitura de mais um capítulo. As bolsistas reuniram-se na biblioteca da escola Fernando Corrêa Ribas e começara a leitura do segundo capítulo, ¿Quéhay que aprender? (p. 36-71).

 

(Jaguarão, 28 de abril de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

  Não teve aula na Escola devido à Reunião dos professores na UNIPAMPA.

 

(Jaguarão, 29 de abril de 2015. Carol, Leonardo e Mara.)

Apresentar os nomes em espanhol dos alimentos utilizados na preparação de um pizza. Neste dia levamos a segunda parte da oficina sobre os alimentos típicos da Argentina e Uruguai, os alunos ficaram responsáveis por levar condimentos para fazer uma pizza. Em grupo todos fizeram e enquanto as pizzas estavam no forno eles falavam os ingredientes que colocaram em espanhol.

 

(Jaguarão, 30 de abril de 2015. EMEF Padre Pagliani – Nathana, Taiane, Doralice e Mara. )

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 02 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana)

Apresentar o léxico sobre as características de profissões. Mostramos para os alunos algumas fotos e vídeos sobre profissões, em seguida, conversamos com eles sobre as profissões dos pais, avós, tios, vizinhos. Distribuímos desenhos para colorir referente às profissões e, depois, cada aluno compartilhou, em espanhol, os nomes das profissões que aprenderam e quais gostariam de seguir.

 

(Jaguarão, 04 e 07 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

 

Focalizar no léxico

Contato com a Língua Espanhola Materiais escolares

Neste momento as bolsistas perguntam se os alunos sabem sobre os materiais escolares em espanhol e passam um vídeo que mostra os materiais escolares da mochila. Com isso os alunos adquirem contato com a Língua Espanhola através de objetos que eles possuem. Depois do vídeo passamos uma atividade na qual os alunos tinham que retirar do cubo tátil as figuras dos materiais escolares e dizer em espanhol. Logo apóslevamos recortes com os materiais escolares.

 

(Jaguarão, 04 e 05 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Ana Paula, Paola, Otávio e Luciana)

 

 

Relatar como foram as oficinas que foram realizadas.

 

O grupo se reuniu e os bolsistas de cada escola contaram como estão sendo recebidos pelas escolas e pelos alunos.

 

(Jaguarão, 5 de maio de 2015. Unipampa – Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

Continuar a reflexão teórica. As bolsistas continuaram a leitura do capítulo II ¿Quéhay que aprender? (p. 36-71).

 

(Jaguarão, 5 de maio de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

Elaborar um cartaz com o léxico das partes do corpo humano.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste dia o cartaz sobre as partes do corpo humano teve que ser reiniciado, porque ele foi retirado da sala. Também foi passado o diário de classe para outro aluno fazer. No diário, os bolsistas perceberam que os alunos possuem dificuldades linguísticas e ortográficas, tanto em português quanto em espanhol e, dessa forma, iniciaram a analisar e refletir sobre como aperfeiçoar a parte escrita dos alunos. No último momento da oficina uma aluna disse: “Espanhol é fácil”, nesse momento os bolsistas fizeram uma brincadeira. Escreveram no quadro “Alláviene um tarado pelado consu saco enlas manos corriendo de trás de una buseta.” e, dessa forma, tentaram mostrar-lhes que há muita semelhança entre as línguas, mas por achar ela tão fácil, às vezes, nos equivocamos.

 

(Jaguarão, 6 de maio de 2015. EMEF Padre Pagliani– Caroline, Leonardo e Mara)

 Apresentar alguns aspectos culturais da Argentina Neste dia as bolsistas Doralice e Taiane, levaram algumas características e curiosidades sobre a Argentina, pois neste bimestre serão apresentando os países da América do Sul que falam espanhol. Elas começaram a oficina comentando sobre os pontos turísticos, danças, aspectos culturais, e econômicos do país. Em seguida mostraram um vídeo que apresentava a cultura do mate na Argentina e o que era diferente no Brasil, a cuia, também mostrava a tourada. Logo colocaram a canção Diego Torres – Color Esperanza, entregaram a letra da canção sem algumas palavras para os alunos completarem. Eles comentaram que gostaram muito da musica e pediram para colocá-la novamente.

 

(Jaguarão, 7 de maio de 2015. EMEF Padre Pagliani- Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

(Jaguarão, 08 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Revisar o que aprenderam até a última aula. Como atividade uma música para apresentar no dia das mães.

 

Com a revisão puderam relembrar tudo o que já foi visto.

 

A aula começou com a revisão de todo conteúdo visto pelos alunos. Os bolsistas repassaram oralmente todo o conteúdo, aonde os alunos respondiam. Depois de terem feito a revisão, ensaiaram uma música para cantar no pátio da escola para todas as mães, que seria na próxima semana.

 

(Jaguarão, 08 de maio de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas –1° e 2° ano– Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda).

Apresentar o léxico sobre as vestimentas e praticar a habilidade oral através das atividades propostas e de um teatro com fantoches feito pelos alunos e bolsistas. Passamos o vídeo “Juguemos enel bosque” e contamos a história da “Caperucita Roja” através de representação com fantoches mencionando as vestimentas que apareciam no vídeo. Após, um aluno por vez, teve a oportunidade de representar o papel do lobo vestindo cada uma das suas roupas, enquanto os outros cantavam a música do lobo. Após, cada aluno teve a oportunidade de representar um personagem, através dos fantoches, e reproduzir a história contada pelas bolsistas com os bonecos.

 

(Jaguarão, 11 e 14 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Esclarecer a leitura. As bolsistas explanaram as suas percepções a cerca do que já haviam lido.

 

(Jaguarão, 12 de maio de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

Continuar a elaboração do cartaz sobre as partes do corpo humano.

 

 

 

 

 

Como já de costume, os bolsistas iniciaram a oficina passando o diário para outro aluno e, depois, pesquisaram, juntamente com os alunos, os significados das palavras da frase exposta no último encontro e, assim, concordaram que espanhol não é tão fácil como pensavam. Após, a oficina continuou com a confecção do cartaz, que ainda não foi concluído devido ao surgimento de inúmeros questionamentos, por parte dos alunos, sobre outros temas.

 

(Jaguarão, 13 de maio de 2015. EMEF Padre Pagliani– Caroline, Leonardo e Mara)

Cores

 

Aprender as cores através de uma atividade produzida pelos bolsistas “Los colores delhelado”.

 

 

Estaoficina teve início com um vídeo das cores, “Los colores em español”. Depois do vídeo foi feita a atividade elaborada pelos bolsistas que se chama “Los colores delhelado”. Os alunos por sua vez, tinham que sortear dentro de uma caixa uns cartões. Esses cartões diziam a cor e tinham que ser colocados na cor correspondente do sorvete gigante.

 

(Jaguarão, 15 de maio de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas – Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda).

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 15 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

Concluir a temática sobre as vestimentas, praticar a habilidade oral através das atividades propostas e iniciar o léxico sobre as estações. Os alunos se dividiram em grupos e confeccionaram cartazes com recortes de vestimentas em revistas e jornais, dividiram roupas de inverno, de verão e de meia estação. Após, cada grupo elaborou uma apresentação dos cartazes, mencionando, com a ajuda das bolsistas, os nomes de cada vestimenta em língua espanhola.

 

(Jaguarão, 18 e 21 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

Elucidar e concluir a  leitura. As bolsistas terminaram a leitura e reflexão do capítulo II.

 

(Jaguarão, 19 de maio de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

Explanar as leituras. As bolsistas se reuniram com a coordenadora para discutirem o primeiro capítulo.

 

(Jaguarão, 20 de maio. UNIPAMPA – Ester, Lizaine e Eny)

Concluir o cartaz sobre as partes do corpo humano.

 

 

Nesta oficina foi concluída a atividade do cartaz com as partes do corpo humano. O tempo restante foi dedicado para a realização de uma revisão à temática abordada, com o objetivo de averiguar se o léxico foi, ou não, adquirido.

 

(Jaguarão, 20 de maio de 2015. EMEF Padre Pagliani–Caroline, Leonardo e Mara)

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 22 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

Planejar temática.
 

 

Os bolsistas, junto com a supervisora, reuniram-se para planejar a próxima temática, que serão as profissões. Concordaram que será a partir do contexto dos alunos que surgirá a discussão sobre as profissões, ou seja, a partir dos ofícios que conhecem e/ou atuam.

 

(Jaguarão, 25 de maio 2015.UNIPAMPA– Caroline, Leonardo e Mara)

Promover a integração entre os alunos. As bolsistas juntamente com a supervisora levaram os alunos para um intercâmbio cultural e linguístico na Escola nº5, em Rio Branco- Uruguay.

 

(Jaguarão, 26 de maio de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas.Ester, Lizaine e Eny)

Iniciar a temática das profissões.

 

 

 

 

Apenas três alunos compareceram, entretanto foi trabalhado o tema das profissões, bem como havia sido planejado. Em meio a uma roda de conversa, os bolsistas foram instigando os alunos para saber quais as profissões que conheciam e saber um pouco mais sobre cada participante do grupo.

 

(Jaguarão, 27 de maio de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Leonardo e Mara)

Retomar o léxico das estações do ano, confeccionar cartazes e praticar a habilidade oral. Realizamos atividades com vídeo sobre as estações do ano e a confecção de cartazes com as quatro estações. Os cartazes foram confeccionados com os desenhos de cada aluno sobre as estações, ou seja, árvores, folhas, chuva, arco-íris, ventos, folhas, sol. Após a confecção do cartaz e com o auxílio das bolsistas, os alunos mencionaram o nome de tudo que contava nos cartazes em língua espanhola.

 

(Jaguarão, 28 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

Apresentar alguns aspectos da Cultura do Paraguai

 

Nesta oficina trabalhamos com o país Paraguai, em um primeiro as alunas leram seus trabalhos, o que acharam interessante na pesquisa sobre os países, elas destacaram que o que mais chamou atenção foram as comidas típicas. Depois as bolsitasNathana e Viviane apresentaram alguns slides sobre a cultura do país, comidas típicas, músicas, danças tradicionais, pedimos para que os alunos prestassem bastante atenção, pois depois faríamos uma atividade sobre o que foi apresentado. Depois da apresentação Jogamos “El Ahorcado”, um jogo da forca, dividimos a turma em duas equipes e dávamos pistas sobre a palavra e eles teriam que adivinhar.

 

(Jaguarão, 28 de maio de 2015. EMEF Padre Pagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 29 de maio de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

Números

 

Trabalhar os números com vídeo e com jogo de boliche.

 

 

 

Os bolsistas apresentaram um vídeo com a música dos números do um até o dez. Depois do vídeo foi separado em dois grupos a sala de aula, o grupo A e o grupo B. Em cada partido todos jogaram a bolinha nos pinos, mas para ganhar os pontos tinha que dizer em espanhol quantos pinos tinha derrubado, senão não ganharia os pontos.

 

(Jaguarão, 29 de maio de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda).

 

 

Retomar as estações do ano, para a turma que não teve aula na semana anterior. Realizamos atividades com vídeo sobre as estações do ano e a confecção de cartazes com as quatro estações. Os cartazes foram confeccionados com os desenhos de cada aluno sobre as estações, ou seja, árvores, folhas, chuva, arco-íris, ventos, folhas, sol.

 

(Jaguarão, 01 de junho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Desenvolver o léxico do tema:

A Percepção das diferentes espécies de animais e seus habitat (selvagens, domésticos).

Fizemos algumas perguntas para os alunos: que animais domésticos (mascotas) eles tinham. Outro questionamento foi saber se eles sabiam algum nome de animal em espanhol. Explicamos sobre o assunto, depois passamos um vídeo que mostrava sobre animais selvagens e outro vídeo sobre animais da fazenda. Logo após, perguntamos a eles que animais apareceram nos vídeos. Depois pedimos como atividade que os alunos confeccionassem cartazes com figuras de animais que lemos para sala de aula. Além dos cartazes fizemos um jogo de tabuleiro, com uma folha contendo as instruções, para os alunos.

 

(Jaguarão, 01 a 16 de junho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Ana Paula, Paola, Otávio e Luciana)

 

Juntar as ideias para elaborar o projeto. As bolsistas novamente se reuniram na biblioteca da escola com o intuito de desenvolver um projeto que abrangesse partes da cultura de países “hispanohablantes”.

 

(Jaguarão, 2 de junho de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas.Ester, Lizaine e Eny)

Discutir o segundo capítulo do livro, Aprender y enseñar lenguas estranjeras. Una introducción. Foi realizada uma reunião na Unipampa  juntamente com a coordenadora do subprojeto e as bolsistas, com a finalidade de discutir o capítulo II titulado, ¿Quéhay que aprender? (p. 36-71)

 

(Jaguarão, 3 de junho de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas.Ester, Lizaine e Eny)

Desenvolver o uso das habilidades orais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Devido à ausência de outra professora, nessa oficina, excepcionalmente, os bolsistas tiveram que trabalhar com duas turmas juntas, o sexto e o nono ano. Não foi colocado em prática o planejamento feito para o encontro, pois os bolsistas não sabiam o nível de língua da outra turma, dessa forma, foi feita uma roda de conversa, objetivando retomar, com os alunos do sexto ano, o léxico necessário para apresentações. Ao final, os bolsistas pediram para os alunos pesquisarem o nome de algumas profissões, que foi o tema da oficina seguinte, e entregar para a supervisora até a sexta-feira, antes do encontro do dia 10/06/2015, para que a pesquisa pudesse ser analisada.

 

(Jaguarão, 03 de junho de 2015. EMEF Padre Pagliani – Caroline, Leonardo e Mara)

Apresentar alguns aspectos da Cultura do Uruguai

 

As bolsistas Doralice e Taiane trabalharam com o Uruguai, em um primeiro momento apresentaram slides sobre o país, com curiosidades sobre a cultura, como a música, as comidas típicas e apresentaram a moeda do país. Também conversaram sobre a descriminalização do aborto e a legalização da maconha e perguntaram o que os alunos pensavam disso. Depois fizeram uma atividade, entregaram imagens de personalidades, comidas e danças e os alunos deveriam colocar ao lado da imagem os nomes que foram vistos em aula.

 

(Jaguarão, 4 de junho de 2015. EMEF Padre Pagliani, Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 05 de junho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Iniciar a temática sobre a alimentação saludável e não saudável, confeccionar um cartaz separando os alimentos e praticar a habilidade oral. Propomos uma atividade com vídeos sobre a alimentação saudável e não saudável. Trabalhamos a identificação das refeições em espanhol (desayuno, almuerzo, merienda y cena), usando uma panela de brinquedo contendo gravuras de comidas. Usando folhetos de supermercados, os alunos selecionaram os alimentos que eles consideravam saudáveis e não saudáveis, separaram por grupos de alimentos e, após, confeccionamos dois cartazes para fixar no quadro de atividades da sala de aula.

 

(Jaguarão, 08 e 11 de junho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Elaborar o projeto na escola Fernando Corrêa Ribas As bolsistasreuniram-se na biblioteca da escola as bolsistas para materializar o projeto: “Lengua y aspectos culturales de países hispanohablantes”, pensado anteriormente, juntamente com a supervisora.

 

(Jaguarão, 9 de junho de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas- Ester, Lizaine e Eny)

Desenvolver o léxico das profissões.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os bolsistas iniciaram as atividades perguntando aos alunos se eles sabiam como fazer pesquisas e o que era “plágio”. A maneira de pesquisar-se foi esclarecida e os bolsistas explicaram o que era um trabalho de pesquisa, como se faz um, o que se pode e o que não se pode fazer, bem como relataram também o que era plágio. Tudo isso porque, nas pesquisas sobre o léxico das profissões, entregue pelos alunos, foi identificado que eles apenas copiaram e colaram da internet.

Depois dessa introdução, os bolsistas iniciaram a trabalhar o léxico das profissões, partindo do conhecimento adquirido pelos alunos através das pesquisas feitas. Por último, os alunos viram o vídeo da música “Me pongo de pie”, de Tereza Rabal, que trata sobre essa temática.

 

(Jaguarão, 10 de junho de 2015. EMEF Padre Pagliani– Caroline, Leonardo e Mara)

Elaborar um cartaz com as atividades feitas em sala de aula

 

 

 

Neste dia os alunos desenharam e colaram seus trabalhos feitos em sala de aula num enorme cartaz.

 

(Jaguarão, 12 de junho de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda).

 

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 12 de junho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Iniciar o léxico das frutas, praticar a habilidade oral e degustar as frutas levadas pelas bolsistas. Apresentamos o vídeo “Barney elCamión”. Simulação de uma fruteira (com frutas artificias) para a identificação de seus nomes em língua espanhola. Levamos frutas naturais para reconhecimento e degustação.

 

(Jaguarão, 15 e 18 de junho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Planejar e elaborar o projeto e suas atividades. Nesse dia as bolsistas realizaram ajustes no projeto a partir de apontamentos da coordenadora e pensamos nas propostas de atividades.

 

(Jaguarão,  16 de junho de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas- Ester, Lizaine e Eny)

 

Aprimorar o léxico das profissões.

 

 

 

 

 

 

A partir da letra da música de Tereza Rabal, os bolsistas sortearam, para cada aluno, uma profissão e, assim, pediram para os alunos confeccionarem frases em que eles deveriam se colocar na situação do profissional, apresentando-se e relatando suas atividades. Havia sido planejada, também, a realização de um crucigramosobre as profissões, no entanto, como não deu tempo, essa atividade ficou como tarefa para ser entregue no próximo encontro.

 

(Jaguarão, 17 de junho de 2015, EMEF Padre Pagliani – Caroline, Leonardo e Mara)

 

Conhecer algumas caracteristicas do Chile As bolsistas Nathana e Viviane apresentaram alguns aspectos culturais e postos turísticos do Chile. Como estava acontecendo a Copa América no Chile, falamos um pouco sobre os países da América que participaram dessa copa, que são os países que vimos neste semestre: Venezuela, Colombia, Chile, Bolívia, Paraguai, Uruguai, Equador, México e Perú. Depois assistimos o videoclipe a canção oficial da Copa América “Al surdel Mundo”, do grupo Noche de Brujas.

 

(Jaguarão, 18 de junho de 2015. EMEF Padre Pagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 19 de junho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Planejar temática e produzir jogos.

 

 

 

 

 

 

Como as atividades através de músicas e jogos demonstraram, através do envolvimento dos alunos, para o ensino de língua, os bolsistas decidiram produzir jogos para abordar as temáticas trabalhadas nas oficinas. Neste primeiro momento foi feito um jogo da memória para fixar conteúdos, também realizaram um esboço de um dominó que tratará das vestimentas e estações do ano. O dominó foi confeccionado durante a semana em conversas via e-mail.

(Jaguarão, 22 de junho de 2015. UNIPAMPA–Caroline, Leonardo e Mara)

 

Identificar as cores

 

Perguntamos aos alunos que cores eles conheciam em espanhol. Após este momento, passamos um vídeo sobre as cores. Depois, perguntamos aos alunos que cores havia no vídeo. Então, sugerimos uma atividade a eles, levamos desenho de Romero Britto. A atividade era a seguinte cada um de nós bolsistas falava uma cor e eles só podiam pintar o desenho da cor que foi dita.

 

(Jaguarão, 22 a 30 de junho e 07 de julho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Ana Paula, Paola, Otávio e Luciana)

 

 

Iniciar o léxico das cores e praticar a habilidade oral. Ensinamos a canção “Los colores” para os alunos e após cantarem junto com as bolsistas, entregamos uma folha grande com o desenho de um arco-íris e diversos frascos de tintas guache para que colorissem seu próprio arco-íris com as cores que cantaram na canção. Após, cada aluno colocou seu desenho à mostra no quadro de tarefas para secar e mencionaram o nome de cada cor em espanhol.

 

(Jaguarão, 22 e 25 de junho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Planejar a primeira oficina. As bolsistas  planejaram e buscaram materiais para a realização do plano da primeira oficina com o auxílio da supervisora.

 

 

(Jaguarão, 23 de junho de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas- Ester, Lizaine e Eny)

Iniciar o léxico das vestimentas.

 

 

A oficina iniciou com o trabalho sobre o léxico das vestimentas e, depois, foi realizado um jogo da memória sobre a temática. Havia poucos alunos, dessa forma, seria necessário abordar novamente esse tema para que seja abrangida a totalidade da turma.

 

(Jaguarão, 24 de junho. EMEF Padre Pagliani– Caroline, Leonardo e Mara)

Apresentar alguns aspectos culturais do Chile.

 

As bolsistas Doralice e Taiane apresentaram alguns aspectos culturais da Venezuela, músicas, comidas típicas e danças, através de slides. Depois colocaram o videoclipe da música “Darte um beso” de Prince Royce e entregaram a letra com alguns espaços em branco, escutamos novamente a música e os alunos iam preenchendo a letra da canção. Por fim as bolsistas corrigiram a atividade oralmente.

 

(Jaguarão, 25 de junho de 2015. EMEF Padre Pagliani- Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 26 de junho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Frutas

 

Trabalhar o léxico

 

 

Os bolsistas começaram a aula apresentado um vídeo com todas as frutas. Logo em seguida como atividade, em uma caixa contendo frutas pequenas de brincar. Os alunos sorteavam e tinham que dizer o nome da fruta.

 

(Jaguarão, 26 de junho de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas – Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda).

 

Iniciar o léxico dos dias das semana e praticar a habilidade oral.  

Apresentamos diversas canções e vídeos sobre “Días de la semana”. Brincamos com o jogo de boliche, marcado com os números dos dias da semana e também com o jogo de “Amarelinha” identificando a ordem dos dias da semana.

 

(Jaguarão, 29 de junho e 02 de julho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Refletir sobre a docência. As bolsistas se reuniram na escola para observar a última aula da estagiária.

 

(Jaguarão, 30 de junho de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas- Ester, Lizaine e Eny)

Realizar um bingo com as turmas do noturno da Escola Padre Pagliani. Bingo – As professoras, bolsistas e coordenadores da escola Padre Pagliani realizaram um bingo com todos os alunos do turno da noite, os alunos ganharam diversos brindes e depois houve uma confraternização com quentão (sem álcool), bolos e salgados.

 

(Jaguarão, 7º e 9º anos EMEF Padre Pagliani, 02 de julho de 2015. Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

 

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 03 de julho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Iniciar o léxico dos animais. Os alunos aprenderam a música “Los animales”, através de um vídeo e, após, interagiram com as bolsistas através de um brinquedo (Arca de Noé), com o objetivo de iniciar o léxico dos animais. Houve contação da história “La aventura de losanimales de la selva” contada, usando fantoches de animais.

 

(Jaguarão,06 e 09 de julho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

 

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 10 de julho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Partes do corpo

 

Aprender as partes do corpo

 

 

 Nesta oficina os bolsistas passaram um vídeo com as partes do corpo. Depois do vídeo, foram feitas perguntas sobre o que olharam. Como atividade escutaram uma música que se chama “cabeza, ombro, rodillas y pies”, aonde os alunos dançaram e cantaram até o final da aula.

 

(Jaguarão, 10 de julho de 2015., EMEF Fernando Corrêa Ribas – Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda).

Retomar o léxico dos animais e iniciar o de alimentos da fazenda. Os alunos aprenderam a música “El viejo Mc Donald” e assistiram a um vídeo sobre as algumas tarefas em uma fazenda, assim como a produção de alimentos e os animais que ali existem. Através de fantoches, foi contada uma história e, após, os alunos escolheram, em língua espanhola, um fantoche e, com a ajuda das bolsistas, reproduziram a história contada e tiveram um momento de interação entre eles. Para encerrar, as crianças coloriram uma máscara de animais de fazenda.

 

(Jaguarão, 13 e 16 de julho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

 

Planejar as oficinas a serem ministradas. Foi realizada uma reunião, a fim de planejar as oficinas que foram ofertadas na semana posterior, bem como, uma discussão acerca da atividade desenvolvida da última classe.

 

(Jaguarão, 17 de julho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Profissões

 

Conhecer as diferentes profissões e o vocabulário.

 

 

Como já de costume, os bolsistas iniciaram passando um vídeo, “Aprendemos elvocabulario de lasprofesiones”. Depois olharam outro vídeo com a música de Tereza Rabal, chamada “Me pongo de pie”, que apresenta coreografia com movimentos de diferentes profissões. No final da aula os bolsistas perguntaram para cada um qual era profissão de seus pais, e os que não sabiam definir tiveram ajuda.

 

(Jaguarão, 17 de julho de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean, Jonas e Maria Fernanda).

 

Retomar o léxico adquirido e aprendido durante o semestre através de um filme de desenho animado. Dia de cinema.

Os alunos assistiram desenhos animados em língua espanhola com pipocas e doces para acompanhar.

 

(Jaguarão, 20 e 23 de julho de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias- Cristiane, Jéssika, Monica e Luciana).

 

Apresentar algumas características da cultura da Colômbia.

Fazer uma leitura com os alunos sobre a história da Colômbia.

Neste dia as bolsistas Nathana e Viviane levaram um pequeno texto da História Colombiana, que descreve a cultura da Colômbia como uma mescla de culturas indígenas e europeias. Perguntaram se os alunos queriam ler, mas somente uma se interessou, então as bolsistas leram um pouco do texto junto com a aluna. Depois trabalharam com a música “Para tu amor” de Juanes, um cantor colombiano. Logo entregaram a letra da canção com alguns desenhos no lugar das palavras, os alunos deveriam escutar a música e substituí-las por palavras. Por fim as bolsistas corrigiram a atividade e colocaram as palavras no quadro negro.

(Jaguarão, 7º e 9º anos EMEF PadrePagliani, 30 de julho de 2015. Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Conhecer os diversos meios de transporte

A evolução dos meios de transporte

Praticar o léxico

Os bolsistas perguntam quais os meios de transporte que os alunos conhecem em espanhol e quais usam. Após as perguntas passamos dois vídeos um trata dos diversos tipos de meios de transporte e outro conta sobre a evolução dos meios de transporte. Levamos figuras dos meios de transporte e propomos como atividade que eles separassem as figuras pelos tipos de transporte ( aquático, aéreo, terrestre) e colassem em uma folha.  Depois fizemos um jogo de advinha, colocamos para baixo as figuras e pedimos para os alunos retirar uma e dizer em espanhol.

 

(Jaguarão, 03 a 25 de agosto de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Ana Paula, Paola, Otávio e Luciana)

 

Conhecer o léxico das descrições físicas Nesta oficina trabalhamos com as descrições físicas e pessoais. Então depois que apresentamos algumas descrições, fizemos um amigo secreto assim cada um apresentou a seu companheiro de aula.

 

(Jaguarão, 06 de agosto de 2015. EMEF Padre Pagliani.Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

 

Planejar as atividades referentes ao segundo semestre de 2015.

 

 

As bolsistas reuniram-se junto à supervisora com o objetivo de traçar as metodologias e as temáticas que serão abordadas nesse segundo semestre.

(Jaguarão, 04 de agosto de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

Conhecer o nível de aprendizagem dos alunos, através das metodologias de ensino utilizadas, ao longo do primeiro semestre de 2015.

 

 

As bolsistas e a supervisora realizaram, nessa primeira oficina depois das férias, um quiz interativo, que trazia perguntas sobre todas as temáticas trabalhadas no primeiro semestre de 2015. Havia apenas 4 alunos, mas foi suficiente para que a atividade fosse colocada em prática com sucesso, tendo em vista que todos participaram. O grupo foi dividido em duas duplas e, através de sorteio, cada grupo respondeu uma pergunta, de acordo com o número sorteado. Aquele que acertasse a resposta pontuaria para seu grupo.

(Jaguarão, 05 de agosto de 2015. EMEF Padre Pagliani – Caroline, Nathana e Mara)

 

Planejar as atividades referentes ao mês de agosto e setembro.

 

Os bolsistas junto à supervisora planejaram as metodologias que foram utilizadas e as temáticas que foram trabalhadas nesses dois meses.

(Jaguarão, 08 de agosto de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Planejar atividades.

 

 

 

As bolsistas e a supervisora reuniram-se com a finalidade de planejar as oficinas dos dias 12/08/2015 e 19/08/2015. A partir da temática “família”, que já havia sido escolhida, foram traçadas as metodologias e as atividades que serão utilizadas para que os alunos apropriem-se do vocabulário.

 

(Jaguarão, 11 de agosto de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Planejar as oficinas Neste dia as bolsistas reuniram-se com a supervisora para planejar as oficinas.

 

(Jaguarão, 11 de agosto de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Iniciar o Léxico sobre a “Familia”

 

 

As bolsistas e a supervisora desenvolveram, nesta oficina, uma atividade relacionada ao léxico sobre a família. Em um primeiro momento mostraram um vídeo de uma menina apresentando sua família através de uma árvore genealógica. Em seguida, retomaram o léxico apresentado no vídeo fazendo com que os alunos falassem o que tinham aprendido. Por fim propuseram aos alunos que montassem sua própria árvore.

 

(Jaguarão, 12 de agosto de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

 

Conocer el léxico del cuerpo humano Neste dia trabalhamos a temática das profissões, falamos sobre em que os alunos querem trabalhar no futuro, a importância do estudo para a vida profissional.  Levamos algumas cartas com figuras de profissionais, dividimos os alunos em dois grupos. Cada participante deveria ir na frente da aula, fazer representações de profissionais e os colegas deveriam adivinhar e falar o nome da profissão para ganhar pontos.

 

(Jaguarão, 13 de agosto de 2015.EMEF Padre Pagliani.Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Iniciar as oficinas do projeto Lengua y aspectos culturales de países hispanoablantes Neste dia as bolsistas apresentaram vídeos sobre os países da América do Sul que possuem como língua oficial o Espanhol; a partir desses vídeos os alunos escolheram um país para conhecerem seus aspectos culturais. O país escolhido foi Chile.

 

(Jaguarão, 18 de agosto de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Retomar e fixar o léxico “Familia”

 

As bolsistas e a supervisora desenvolveram, para esta oficina, um jogo de tabuleiro para retomar o léxico da família.

 

(Jaguarão, 19 de agosto de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Conhecer léxico das vestimentas Trabalhamos com as vestimentas e estações do ano, apresentamos os nomes das “prendas de vestir” para que eles conhecessem o vocabulário.  Depois colocamos uma girafa de EVA no quadro e as peças das roupas em um cubo. Pedimos para que cada estudiante tirasse do cubo peça e falasse o nome em espanhol. Tapamos os olhos dos alunos e eles tinham que vestir a girafa, enquanto os companheiros ajudavam falando arriba, a laderecha, a laizquierda, etc. Por fim recordamos as “estaciones delaño” e jogamos um dominó das vestimentas e estações.

 

(Jaguarão, 20 de agosto de 2015.EMEF PadrePagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Revisar todo o conteúdo do semestre anterior, para que os bolsistas observassem o que foi adquirido.

 

 

 

Primeiramente os bolsistas perguntaram como passaram as férias, e se estavam bem. Logo após começaram a perguntar se eles lembravam o que foi trabalhado antes das férias em sala de aula. Com isso os alunos responderam e fizeram uma atividade de desenhar o que sabiam, e seus desenhos foram expostos no corredor da escola.

 

(Jaguarão, 21 de agosto de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Planejar atividades

 

As bolsistas e a supervisora reuniram-se para planejar as atividades dos dias 26/08/2015, 02/09/2015, 09/09/2015 e 16/09/2015. Foi definido que as temáticas serão, consecutivamente, no primeiro dia “Mi hogar”; no segundo, as partes da casa; no terceiro, os alimentos e, no quarto uma atividade prática de elaboração de uma receita.

 

(Jaguarão, 25 de agosto de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

 

Apresentar aspectos da cultura do Chile. Começamos apresentando a localização e os climas do país a partir de vídeos.

(Jaguarão,  25 de agosto de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Desenvolver as habilidades orais, bem como observar o nível de aprendizagem das letras do alfabeto.

 

 

Nesta oficina não foi possível colocar em prática o planejamento das bolsistas e da supervisora, pois, em virtude do mal tempo, apenas 1 aluno compareceu a aula. Dessa forma, foi aproveitado para trabalhar o desenvolvimento oral desse aluno, através de um uma roda de conversa sobre as atividades da última oficina.

(Jaguarão, 26 de agosto de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Conhecer os meses do ano na língua espanhola, e o dia do aniversário de cada aluno e dos bolsistas.

 

 

 

 

 

 A oficina teve início com apresentação dos meses do ano na língua portuguesa, por serem pequenos poderiam não ter esse conhecimento dos meses. Depois de recordado os meses em português, foi colocado um vídeo com uma canção dos meses do ano na língua espanhola, os alunos tentaram acompanhar a música cantando. Depois de olharem o vídeo foi perguntado para cada um, se lembrava do dia do seu aniversário, poucos sabiam de certeza o dia e o mês. Como atividade em uma folha desenharam como seria o dia do seu aniversario e com ajuda dos bolsistas ficaram sabendo o dia do seu aniversário na língua espanhola.

(Jaguarão, 28 de agosto de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Pintar a bandeira do Chile Nessa oficina as bolsistas com a colaboração dos alunos retomaram o que havia sido passado na oficina anterior; e com a pintura da bandeira trabalharam as cores.

 

(Jaguarão, 01 de setembro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Trabalhar a temática “Mi hogar” e desenvolver as habilidades leitoras e orais.

 

Nesta oficina foi trabalhada a temática “Mi hogar” através da leitura de uma história chamada “Los dos Ángeles”, que tinha como ideia principal o desenvolvimento de reflexões sobre as características de um lar. A aula foi iniciada através de uma retomada do léxico da família e através da pergunta: “Em qual espaço físico vive uma família?” Assim, os alunos começaram a falar sobre a casa e, em seguida, foram motivados a vê-la enquanto lar, refletindo sobre a diferença entre o espaço físico e o espaço sentimental que a casa/lar representa para uma família. Esta atividade foi escolhida para relacionar o léxico da família ao léxico das partes da casa.

 

(Jaguarão, 02 de setembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

 

Aprender as estações do ano com vídeo e discutir qual a estação que gostam mais.

 

 

A oficina teve início com os bolsistas apresentando o tema da aula, após colocaram dois vídeos um das “Estaciones del año” e o outro foi “Dora exploradora” que além de trabalhar com as estações do ano, apresentava outros conteúdos já dados como: números, cores, meios de transportes etc. Com o restante do tempo de aula foram feitas perguntas para cada aluno “Que estação mais gosta?” e o “Que gosta de fazer?”.

 

(Jaguarão, 04 de setembro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Conhecer o léxico das partes da casa, bem como desenvolver as habilidades orais.

 

Nesta oficina foi trabalhado o léxico das partes da casa através de uma apresentação feita pelos próprios alunos. Inicialmente as bolsistas retomaram a temática da oficina anterior que foi “El hogar” e relembraram a distinção entre o lar e a casa. Depois os estudantes foram divididos em dois grupos e foram entregues, para cada grupo, imagens com as partes da casa (salón, cuarto de baño, etc) e os móveis pertencentes a cada uma. Cada grupo foi responsável por estudar a parte que havia pegado e explicar para o outro grupo. A cozinha foi deixada de fora, pois, no próximo encontro, ela será o fio condutor entre o léxico das partes da casa e a temática dos alimentos.

 

(Jaguarão, 09 de setembro de 2015. EMEF Padre Pagliani – Caroline, Nathana e Mara)

 

Partes da casa

 

Conhecer as partes da casa na língua espanhola.

 

 A oficina empeçou com a o vídeo com as partes da casa na língua espanhola, após foi discutido o tema da aula. Como atividade os alunos receberam um desenho de uma casa com as partes já definidas e puderam colorir.

(Jaguarão, 11 de setembro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Ensaiar a música Nesta oficina os alunos ensaiaram a música “Todo cambia” de Mercedes Sosa para apresentarem quando houvesse outro intercâmbio, enquanto concluíam a pintura da bandeira.

 

(Jaguarão, 15 de setembro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Conhecer o léxico dos alimentos, bem como desenvolver as habilidades auditivas, visuais e orais.

 

Nesta oficina foi trabalhado o léxico dos alimentos. Inicialmente as bolsistas e a supervisora retomaram a temática estudada na oficina anterior, que foi “las partes de la casa” (com exceção da cozinha). Em seguida foram apresentados aos alunos os móveis e utensílios que fazem parte da cozinha. A partir disso entramos na temática dos alimentos, e mostramos o vídeo “A mí me gustan las hamburguesas”. A supervisora e as bolsistas pediram para os alunos prestarem atenção nos alimentos que apareciam no vídeo e, depois, falaram sobre eles para reforçar o léxico que foi apresentado. Por fim, foi proposto que cada aluno falasse, em espanhol, como prepararia sua hamburguesa.

(Jaguarão, 16 de setembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Revisar o conteúdo Neste dia, levamos um jogo para fazermos com eles uma revisão de conteúdos. O jogo era uma trilha, que começava na saída e terminava na chegada, tendo prendas pelo caminho, assim cada um teria que responder corretamente questões que tínhamos elaborado em relação ao conteúdo. Assim, o ganhador, levava um pirulito de premio (premio simbólico). Ao final, como sobraram alguns minutos de aula, finalizamos com um trava língua para que os alunos pudessem treinar o léxico e a pronuncia das palavras em espanhol.

 

(Jaguarão, 10 de setembro de 2015.EMEF Padre Pagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Aprender os móveis e objetos da casa e fazer uma relação com as partes da casa, que foi dado na aula anterior.

 

 

A oficina começou com a revisão das partes da casa, mostrada numa casa de madeira que os bolsistas levaram. Com os móveis separados da casa, os bolsistas diziam o nome de cada móvel na língua espanhola, após cada aluno tinha que se levantar e pegar um móvel e dizer o nome e colocar na parte da casa que correspondia.

 

(Jaguarão, 18 de setembro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

 

Conhecer o léxico dos alimentos, bem como desenvolver as habilidades auditivas, visuais e orais.

 

Nesta oficina foi trabalhado o léxico dos alimentos. Inicialmente as bolsistas e a supervisora retomaram a temática estudada na oficina anterior, que foi “las partes de la casa” (com exceção da cozinha). Em seguida foram apresentados aos alunos os móveis e utensílios que fazem parte da cozinha. A partir disso entramos na temática dos alimentos, e mostramos o vídeo “A mí me gustan las hamburguesas”. A supervisora e as bolsistas pediram para os alunos prestarem atenção nos alimentos que apareciam no vídeo e, depois, falaram sobre eles para reforçar o léxico que foi apresentado. Por fim, foi proposto que cada aluno falasse, em espanhol, como prepararia sua hamburguesa.

(Jaguarão, 16 de setembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Conhecer as profissões

Praticar o léxico

Criar interação entre as profissões

Nesta aula perguntamos aos alunos qual profissão eles gostariam de exercer. No momento seguinte perguntamos quais profissões eles conheciam em espanhol, depois falamos para eles algumas. Em seguida passamos um vídeo sobre as profissões que explicava a função de cada uma delas. Após o vídeo foi pedida uma atividade a qual os alunos teriam que elaborar um diálogo entre as profissões em forma de teatro, os alunos foram separados em grupos. Na aula seguinte começaram as apresentações.

 

(Jaguarão, 14 a 29 de setembro de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Ana Paula, Paola, Otávio e Luciana).

 

Conhecer o léxico dos produtos de higiene. Neste dia começamos um pequeno projeto sobre a saúde, então começamos com a higiene pessoal. Inicialmente apresentamos o léxico através de um texto sobre a importância da higiene para a saúde. Em seguida entregamos um “crucigrama” para os alunos, sorteamos algumas cartas e os alunos deveriam completar de acordo com a carta.

 

(Jaguarão, 17 de setembro de 2015.EMEF Padre Pagliani.Nathana, Taiane, Doralice e Mara)

 

Ampliar vocabulário Dando continuidade à atividade anterior as bolsistas levaram a letra da música e juntamente com os alunos elaboraram o vocabulário. No final da oficina os alunos pediram que seguíssemos levando músicas para as aulas.

 

(Jaguarão, 22 de setembro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Discutir sobre a preservação da água a partir de uma noticia. Partindo da última oficina sobre a higiene, iniciamos a temática sobre a água. Levamos uma noticia do site BBC em espanhol sobre a importância da dos cientistas terem encontrado água em marte. Cada aluno leu um parágrafo. Após a leitura perguntamos o que eles entenderam, e porque era tão relevante o fato desta noticia, eles comentaram que era muito importante, pois havia possibilidade de também existir vida. Então a partir disso começamos a perguntar que atitudes eles tinham que ajudam a preservar a água, cada aluno ia elencando o que costumava fazer e íamos colocando no quadro em espanhol.

 

(Jaguarão, 24 de setembro de 2015.EMEF Padre Pagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Aprender o nome dos animais com o uso de fantoches e de história infantil.

 

 

Está oficina teve início com um vídeo com o nome dos animais na língua espanhola. Após com o uso de fantoches os bolsistas apresentaram os animais e contaram uma história que se chama “Animales de la granja”.

 

(Jaguarão, 25 de setembro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Utilizar o léxico dos alimentos em uma atividade prática.

 

Nesta oficina, a supervisora e as bolsistas planejaram realizar uma atividade prática, que possibilitasse aos alunos a utilização do vocabulário dos alimentos e dos utensílios de cozinha aprendidos na oficina anterior. A atividade prática consistiu no preparo de uma “hamburguesa”, para isso, a supervisora e as bolsistas levaram todos os ingredientes necessários para a preparação dessa receita. A atividade foi desenvolvida no refeitório da Escola. Primeiro, foi retomada a última oficina, através de perguntas como, por exemplo: quais alimentos e utensílios de cozinha foram trabalhados no último encontro? De acordo com os nomes que estavam sendo retomados pelos alunos, as bolsistas e a supervisora mostravam os ingredientes levados para a preparação da “hamburguesa”. Cada aluno preparou a sua, contando aos colegas quais ingredientes iriam colocar. Após, todos degustaram a deliciosa produção

 

(Jaguarão, 23 de setembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

.

Planejar atividades

 

Neste encontro a supervisora e as bolsistas definiram as próximas atividades que seriam desenvolvidas: Optaram por iniciar trabalhando o léxico das frutas, seguindo, assim, a temática dos alimentos, após, trabalharão a temática animais, através da ponte entre a banana e o macaco e, por último, fariam uma atividade de nivelamento para identificar como está se desenvolvendo o processo de aprendizagem e aquisição dos alunos em relação a todas as temáticas que foram trabalhadas neste segundo semestre de 2015.

(Jaguarão, 28 de setembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Conhecer o Festival de la Viña del Mar Conforme os alunos haviam pedido as bolsistas levaram um vídeo do Festival de la Viña del Mar, no qual haviam apresentações de música e danças típicas do Chile.

 

(Jaguarão, 29 de setembro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Desenvolver o léxico das frutas

 

Nesta oficina as bolsistas e a supervisora desenvolveram o léxico das frutas a partir do conhecimento prévio dos alunos. Em primeiro momento, foi perguntado a eles se eles conheciam o nome de alguma fruta em espanhol, após o relato de alguns, foi realizada a atividade da Sopa de Letras.

(Jaguarão, 30 de setembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

 

Planejar atividades para os meses de outubro, novembro e dezembro.

 

 

 

Os bolsistas com a ajuda supervisora planejaram as temáticas e as metodologias para o restante do semestre.

(Jaguarão, 01 de outubro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

  Palestra (não teve aula).

 

(Jaguarão, 01 de outubro de 2015.EMEF Padre Pagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Reforçar os nomes de animais, com teatrinho de fantoches e conto infantil.

 

 

A oficina começou com o vídeo “Una fiesta en el cielo”, como atividade os alunos tiveram que refazer o conto com a ajuda dos bolsistas.

 

(Jaguarão, 02 de outubro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Conhecer as partes da casa.

Praticar o que aprendeu

Conversamos sobre as partes da casa, perguntamos sobre as partes da casa dos alunos. Falamos como se chama as partes da casa em espanhol. Passamos um vídeo que explicava sobre as partes da casa, e outro que destacava as qualidades da casa. Depois de assistir ao vídeo, apresentamos uma atividade em que os alunos tinham que construir uma planta de casa.

 

(Jaguarão, 05 e 06 de outubro de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Ana Paula, Paola, Otávio e Luciana).

 

Rever os conteúdos Na oficina as bolsistas juntamente com os alunos revisaram os conteúdos sobre a cultura chilena.

 

(Jaguarão, 06 de outubro  de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Desenvolver o léxico dos animais

 

Nesta oficina as bolsistas e a supervisora desenvolveram o léxico dos animais. Começamos apresentando “el mono”, tendo em vista que, através “del plátano” foi possível iniciar um elo entre a temática das frutas e dos animais. Foram levadas cartinhas com imagens de vários animais e cartinhas com o nome de cada um deles; elas foram colocadas em uma mesa e os alunos deveriam selecionar a imagem e o nome correspondente ao animal presente nela. O período acabou e ainda não tínhamos apresentado todo. Dessa forma, a atividade necessitou de mais uma oficina para ser concluída.

(Jaguarão, 07 de outubro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Trabalhar o léxico do vestuário

 

 

Neste dia os alunos olharam dois vídeos, um com nomes das roupas e um de música. Como atividade em uma caixa eles sorteavam uma figura e tinham que dizer o que era. Depois de cada um sortear, foi feito um jogo, formando dois grupos o A e o B, e quem acertasse mais ganharia.

 

(Jaguarão, 09 de outubro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Planejar as oficinas Neste dia não houve oficina, pois os alunos tinham avaliação com a professora titular. As bolsistas se reuniram para planejar as proximas atividades e organizar os horários para o planejamento das oficinas.

(Jaguarão, 13 de outubro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Jaguarão, 6 ano, EMEF Padre Pagliani – 14/10/2015 – Carol, Mara e Nathana Semana de aniversário da Escola. Não teve aula.

 

(Jaguarão, 14 de outubro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Aprender os nomes dos materiais escolares na língua espanhola.

 

 

Os bolsistas começaram a aula apresentado um vídeo com o nome dos materiais escolares. Logo em seguida como atividade, em uma caixa contendo a figura dos materiais, os alunos sorteavam e tinham que dizer o nome.

 

(Jaguarão, 16 de outubro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Desenvolver a leitura. Na oficina as bolsistas desenvolveram a leitura dos alunos a partir da lenda chilena “Los colores de los pájaros”.

 

(Jaguarão, 20 de outubro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Jaguarão, 6 ano, EMEF Padre Pagliani – 21/10/2015 – Carol, Mara e Nathana Missa relativa ao aniversário da Escola. Não teve aula.

(Jaguarão, 21 de outubro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Revisar os conteúdos. Neste dia, com o apoio de um jogo conhecido como “Stop” que tem como objetivo preencher uma tabela, o mais rápido possível, com o nome das pessoas, léxico e profissões em espanhol. Assim, cada um teve que fazer a tabela em seus cadernos e após sortearmos a letra, cada um tinha que completar a tabela. O que proporcionava o exercício do raciocínio assim como a memória dos alunos.

 

(Jaguarão, 15 de outubro de 2015.EMEF Padre Pagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Apresentar “El Chavo delocho” e sua turma. Nesta aula, começamos a tratar de “El Chavo delocho”, apresentando para eles o personagem com a sua turma. Para isso fizemos uma breve apresentação dos personagens, perguntando o que eles conheciam/sabiam de cada um. Fazendo assim que eles interagissem com nos, falando principalmente em espanhol. Com isso ficamos durante toda aula, já que o período havia sido reduzido.

 

(Jaguarão, 22 de outubro de 2015.EMEF Padre Pagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Aprender e conhecer os diferentes esportes.

 

 

 Nesta oficina os bolsistas passaram um vídeo com os diferentes esportes. Depois do vídeo, foram feitas perguntas sobre que esporte gostavam, e como atividade em uma folha com vários desenhos de esportes, tinham que colorir e se quisessem podia desenhar algum outro esporte.

 

(Jaguarão, 23 de outubro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

 Interpretar a lenda Neste dia as bolsistas solicitaram aos alunos que lessem a lenda novamente, posteriormente trabalharam o léxico das cores e as espécies dos pássaros.

(Jaguarão, 27 de outubro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Concluir o desenvolvimento do léxico dos animais

 

Nesta oficina, a supervisora e as bolsistas continuaram o trabalho com a temática dos animais. O cartaz, que havia sido iniciado na oficina do dia 01 de outubro, foi concluído.

 

(Jaguarão, 28 de outubro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Assistir o episodio de “El Chavo delocho” juntamente com a apresentação de como elaborar os quadrinhos. Começamos a aula relembrando a aula passada, para isso, passamos para os alunos um episodio de “El chavo delocho”, para que eles assistissem. Depois disso passamos um slide com a explicação pra eles dos “comics”, nossas historias em quadrinho, explicando como eram formadas suas características juntamente com o que pode representar cada tipo de balãozinho no qual vão escritos os diálogos das historietas. Após isso mostramos a proposta de atividade que era eles construírem seu próprio comics, o que por falta de tempo seria realizado na próxima aula.

 

(Jaguarão, 29 de outubro de 2015.EMEF Padre Pagliani.Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Interpretar a lenda Na oficina seguinte os alunos expuseram suas interpretações e identificaram os estados de ânimo presentes na lenda.

 

(Jaguarão, 03 de novembro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Rever os léxicos trabalhados ao longo do semestre

 

Neste encontro havia apenas 3 alunos presentes, dessa forma, a atividade de nivelamento que havia sido programada não foi realizada. No entanto, a supervisora e as bolsistas acharam pertinente realizar uma retomada de todos os conteúdos trabalhados durante o 2º semestre de 2015, que será o foco da atividade de nivelamento.

(Jaguarão, 04 de novembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Conhecer os diferentes sentimentos e emoções.

 

Como já de costume, os bolsistas iniciaram a oficina passando um vídeo com o tema de sentimentos e emoções, e outro com a música “Que feliz estoy”. No final da oficina os bolsistas perguntaram para cada um dos alunos como se sentiam, e em seguida entregaram um desenho de um rosto para que eles pudessem desenhar como se sentiam, tendo como título “Como estoy hoy?”.

 

(Jaguarão, 06 de novembro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Praticar a oralidade As bolsistam levaram figuras com rostos representativas dos estados de ânimos para que os alunos identificassem as caracteristicas de cada estado.

 

(Jaguarão, 10 de novembro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Começar a elaboração das historias em quadrinho. Nessa aula distribuímos diferentes imagens de El Chavo e sua turma, para que cada trio de alunos escolhesse seis figuras para, depois disso, começar a elaborar suas historias. Assim, cada trio escolheu as imagens que mais completavam a historia que estavam pensando e foi elaborando seu “comics”. Quando tinham alguma dúvida de formação de frase ou léxico os alunos pediam o nosso auxilio, porém os deixamos livres para que realizassem as suas criações.

 

(Jaguarão, 11 de novembro de 2015.EMEF Padre Pagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

Realizar uma atividade de nivelamento.

 

Neste dia foi realizada uma atividade de nivelamento para relacionar o que os alunos aprenderam ao longo do semestre. As bolsistas e a supervisora levaram um cartaz com algumas perguntas sobre os vocabulários aprendidos. Um aluno de cada vez retirava uma pergunta de um envelope e respondia, quando eles não sabiam perguntavam aos seus colegas.

(Jaguarão, 11 de novembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Recapitular os conteúdos Nessa oficina as bolsistas apresentaram slides e os alunos foram indentificando o que haviam estudado sobre o Chile.

(Jaguarão, 17 de novembro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Aprender o que se pode fazer nas férias de inverno e verão.

 

 

Os bolsistas começaram a oficina passando um vídeo, que se chama “vacaciones”, com isso os alunos perceberam o que se pode fazer nas férias de verão e de inverno. Em seguida os bolsistas perguntaram para cada aluno o que fazem em suas férias. Como atividade os alunos pintaram um desenho, com bichinhos animados em suas férias.

 

(Jaguarão, 20 de novembro de 2015. EMEF Fernando Corrêa Ribas– Eny, Gean e Maria Fernanda)

 

Apresentar léxico dos Meios de Transporte.

 

Para iniciar o novo bimestre a supervisora e as bolsistas decidiram desenvolver a temática sobre os meios de transporte. Para isso levaram um vídeo apresentando os tipos meios de transporte e em que meio eles eram utilizados (carreteras, raíles, cielo). Ao final, cada aluno contou alguma experiência obtida através do uso de qualquer meio de transporte.

(Jaguarão, 18 de novembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Praticar o léxico. Dias da semana

 

Perguntamos aos alunos se alguém sabia os dias da semana em espanhol. Depois falamos os dias da semana em espanhol, em seguida passamos um vídeo sobre o tema. Foi solicitada como atividade que os alunos pegassem uma folha e separasse esta folha com uma linha. Os alunos teriam que apontar quais da semana gostavam e quais não gostavam.

(Jaguarão, 17 e 24 de novembro de 2015. E.M.E.F. Marcílio Dias – Ana Paula, Paola, Otávio e Luciana).

 

Reunião Neste dia as bolsistas se reuniram com a supervisora para planejarem o encerramento das oficinas.

 

(Jaguarão, 24 de novembro  de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)

 

Utilizar o léxico dos meios de transporte em atividades interativas.

 

Através de um quebra cabeças, os alunos reforçaram o léxico dos meios de transporte, visto na oficina do dia 18 de novembro. Foi distribuído, para cada aluno, três quebra cabeças, que foram elaborados pelas bolsistas e pela supervisora, para que o léxico fosse trabalhado através de uma atividade interativa. Cada aluno, após montar o seu quebra cabeça, deveria contar a seus colegas qual era e ir até o quadro escrever o nome.

(Jaguarão, 25 de novembro de 2015. EMEF Padre Pagliani Caroline, Nathana e Mara)

 

Conhecendo Frida Kahlo, filme sobre vida e obra desta artista. Nessa aula assistimos com os alunos ao filme que conta a vida e a obra de Frida Kahlo, renomada pintora que teve sua vida marcada por diferentes acidentes. Assim, após assistir ao filme completo, discutimos algumas curiosidades sobre a vida dessa artista, a qual eles ficaram muito entusiasmados a conhecer.

 

(Jaguarão, 26 de novembro de 2015.EMEF Padre Pagliani. Nathana, Taiane, Doralice e Mara).

 

 

 

Avaliação Neste dia não houve oficina, os alunos realizaram a avaliação, e as bolsistas programaram as atividades de encerramento.

 

(Jaguarão, 01 de dezembro de 2015. E. M. E. F. Fernando Ribas – Ester, Lizaine e Eny)